Nossas Noticias

"O setor de Tecnologia da Informação não pode ser encarado como um custo para as empresas", alertam profissionais de Núcleo da Acirne

Anúncios 👆 CLIQUE E SAIBA MAIS!  RIO NEGRINHO. Os integrantes do Núcleo de Tecnologia da Informação da Associação Empresarial de Rio Negrinho (Acirne), promoveram no dia 2, o evento “E se roubassem todos os dados da sua empresa?”.

Continua depois do anúncio
A atividade aconteceu na sede da entidade e contou com a participação de cerca de 60 pesssoas. Na programação, uma breve apresentação do Núcleo e também de profissionais da Vivo, TOTVS e Seti, que apresentaram suas soluções empresariais, orientaram sobre a solução de problemas e falaram das perspectivas da tecnologia para o setor privado,como armazenamento na nuvem (Cloud), Lei Geral de Proteção de Dados e outros.
Continua depois do anúncio
A reportagem do Nossas Notícias acompanhou a atividade e conversou com Leonardo Barbosa e Tiago Roberto de Córdoba, coordenadores do núcleo. Eles destacaram que o grupo ficou bastante satisfeito com o resultado do evento. “Foi bem proveitoso! Teve desde diretor de empresa até usuários presentes. Atingimos o público que queríamos, principalmente o pessoal de TI e as gerências das empresas, pois muitas vezes a gerência fica distante, sem saber o que está acontecendo na área de TI”.
Continua depois do anúncio
Barbosa e Córdoba enfatizaram também que o objetivo do encontro foi  alertar o empresário, mostrando a seriedade que o assunto traz. “A TI não pode ser encarada como um custo, pois é um investimento que merece total atenção. Hoje há um fluxo muito grande de informações. Por exemplo, a maioria das empresas recebe visitantes que usam o wi fi gratuito mas muitas vezes a empresa não tem uma política segura de como esse acesso pode ser liberado. Acontece de ser feita uma regra geral, permitindo que usuários com algum conhecimento maior de internet possam vir até a ter acesso a dados privados da empresa”. Por isso, conforme eles, é importante o empresariado focar na segurança da informação. “Uma equipe de TI é a que mantém os negócios da empresa funcionando: carteira de pedidos, faturamento, setor financeiro,…Tudo passa pelos profissionais da TI, as informações que a gente ‘segura’ são as informações da empresa. Sem os dados, se eles somem, a empresa para”.
Continua depois do anúncio
Os profissionais lamentaram que em  muitos casos a importância para a TI só é dada tarde demais. “A TI só ganha notoriedade quando acontece um incidente dentro da empresa”. Eles frisaram que os onze integrantes do Núcleo se reúnem na Acirne toda penúltima quinta-feira do mês.
Continua depois do anúncio
“Nossas reuniões são abertos à participação do empresariado e dos interessados. Estamos aí  para ajudar o meio empresarial; a ideia é desenvolver e fazer a TI focar no negócio; hoje não cabe mais pensar no profissional de TI como aquele que tira papel de impressora e “apaga incêndio” dentro da empresa”. Leonardo Barbosa trabalha no setor de TI da Cahdam e Tiago Córdoba é do setor de TI da Wind Industrial.
Anúncio
   ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram