Nossas Noticias

Grupo promove manifestação silenciosa em frente ao hospital de Rio Negrinho na tarde de hoje

RIO NEGRINHO. Everaldo do Amaral, o homem que divulgou o vídeo com Sabrina Denck e sua filha Lindsay, de 2 anos, após um atendimento na Fundação Hospitalar na noite desta quinta (23) e a própria Sabrina, juntamente com demais apoiadores, estão promovendo uma manifestação silenciosa hoje (25), em frente ao hospital, das 13h30 às 14h.

De acordo com os organizadores, o movimento tem o objetivo de chamar a atenção para a necessidade de melhorias no Pronto Atendimento, que tem recebido inúmeras pessoas – e reclamações de muita demora no atendimento – nas últimas semanas em especial.

“Convidamos toda a comunidade para estar lá. Será um movimento respeitoso e bem organizado. Quem quiser, pode levar cartazes, em apoio à causa. Não queremos confusão e nem desrespeitar ninguém, apenas defender nossos direitos”, destacou Everaldo. 

A ação acontece porque no vídeo que registrou, Everaldo filmou Sabrina com a filha, em um momento de desespero. Ele contou que aguardava atendimento no Pronto Socorro, quando viu a cena e resolveu divulgá-la para manifestar a necessidade de mais humanidade e profissionalismo por parte de alguns profissionais que atenderam a mãe. 

Na live que o Nossas Notícias realizou com ele e com Sabrina ( assista clicando aqui ), ela explicou que ela e a filha sofrem de uma doença rara e que por isso precisam de cuidados urgentes caso sofram algum corte. 

Sabrina contou que levou a menina ao hospital porque a criança caiu no banheiro. Ela reclamou da demora no atendimento e apontou algumas falhas, como a falta de sensibilidade da médica.

A mãe relatou ainda que chorava bastante porque ficou apavorada diante do excesso de sangramento na filha, mesmo após ter recebido o curativo na cabeça. 

Conforme Sabrina, sua preocupação era que a menina tivesse uma hemorragia e a situação se agravasse, pois devido a riscos da doença rara que tem, fazem acompanhamento contínuo para evitar que principalmente a criança tenha anemia e sofra outras complicações.

A pedido da reportagem do Nossas Notícias, a Fundação Hospitalar enviou uma nota oficial, com sua versão sobre o caso (confira abaixo). 

A Fundação Hospitalar Rio Negrinho informa sobre o caso ocorrido no dia 23 de junho, referente ao atendimento de uma criança. A paciente deu entrada na Unidade Hospitalar e foi encaminhada para a realização dos procedimentos médicos como caso de emergência, sendo realizado o devido atendimento e liberação da paciente. 

Quanto aos demais fatos mencionados e que circulam nas redes sociais, destacamos que não refletem a realidade apresentada no momento do atendimento. Reafirmamos que a Fundação Hospitalar Rio Negrinho preza pela qualidade na prestação dos serviços, transparência e respeito a todos os pacientes e comunidade e continuará prestando todos os esclarecimentos necessários, para demonstrar a lisura na condução de suas atividades.

LEIA TAMBÉM:

Alta procura de pacientes tem provocado demora em alguns atendimentos no Pronto Socorro, destaca direção da Fundação Hospitalar de Rio Negrinho

Demora no atendimento do Pronto Socorro: direção do hospital diz que soma esforços para dar conta da demanda , faz pedido à população e garante que salários de médicos estão em dia

Rio Negrinho: seguidora reclama de demora no atendimento no hospital; diretor afirma que casos complexos exigiram maior tempo de atendimento

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram