Nossas Noticias

“Graças ao boxe e a ajuda do treinador, estou conseguindo subir minhas notas na escola e melhorando minha disciplina em todos os aspectos”, conta Iago Renan, de Rio Negrinho, que venceu luta em Balneário Camboriú

RIO NEGRINHO. Iago Renan tem 16 anos e no sábado (11), venceu por nocaute técnico sua primeira luta de boxe durante o Cinturão de Ouro, o maior evento de boxe olímpico do sul do Brasil.

Ele é aluno do professor Guilherme Venzke, que ministra a modalidade na Sociedade Musical e a conquista o fez reconhecer que o esporte já havia lhe trazido vitórias para além do ringue. 

“O boxe é para mim algo muito especial, pois não me dedicava nas aulas e não queria ‘nada com nada’. Hoje acredito que graças ao esporte e à ajuda do treinador, estou conseguindo subir minhas notas na escola e melhorando minha disciplina em todos os aspectos. Isso porque o boxe vai muito além de só uma luta, é vencer a si próprio a cada dia, a cada treino”, falou ao Nossas Notícias.

O jovem contou que sempre gostou muito de fazer esportes em geral,mas devido a pandemia ficou meses parado. 

“Eu praticava futebol e decidi mudar um pouco as coisas. Então descobri a academia Team Panda pelos meus amigos e decidi ir fazer uma aula experimental. Acabei gostando e devagar o Panda (apelido de Guilherme) começou a me incentivar para as lutas”.

A partir daí Renan disse que começou a se dedicar mais à prática do esporte, até que o treinador o convidou para fazer um “luvão” em Balneário Camboriú, na Academia Anjos Sem Asas.

“Fui bem e vi que era isso que queria para minha vida. Treinei, treinei e chegou a hora da primeira luta oficial em Balneário, neste sábado, quando consegui vencer por  nocaute técnico no terceiro round”.

Agora ele se prepara para outra luta, no dia 25, na Copa Santa Catarina, em Barra Velha. 

“Treino há 8 meses e o Panda me ajuda muito na preparação e treinos todos os dias, para que eu possa alcançar meus objetivos. A sensação de estar no ringue, antes da luta, é de muita adrenalina e nervosismo. Mas sei que já sou um campeão por estar lá, independente do resultado”.

Ele finalizou destacando que sua primeira vitória teve gosto de dever  cumprido, com a certeza de que todo treino valeu a pena. 

“Meus planos são ter bastante lutas e a oportunidade de disputar o Brasileiro de Boxe, me tornando um dos melhores do país”.

LEIA TAMBÉM:

“Panda” comemora vitória de mais um aluno em nível estadual

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram