Nossas Noticias

Rio Negrinho: após polêmica de trabalho com tema LBGTQIA+, alunos da Henrique Liebl fazem manifestação para apoiar escola e professores

RIO NEGRINHO. Após a grande polêmica que envolveu um trabalho com o tema LGBTQIA+ realizado em uma aula de Artes com a turma do 9° ano da Escola Henrique Liebl, no bairro Jardim Hantschel, um grupo de alunos fez hoje uma manifestação no centro da cidade (para saber mais sobre a polêmica, clique nos links no final da matéria).

De acordo com Paola Lourenço, de 14 anos, aluna da turma e uma das participantes da manifestação, da ação participaram seis pessoas, fora as que somente compareceram para apoiar a iniciativa.

O grupo colou vários cartazes em apoio ao movimento LGBTQIA+, para demonstrar respeito a todos os gêneros.

“Claro, também fizemos isso a favor dos professores da escola que assim como nós, apenas respeitam todos os LGBTQIA+”, destacou.

“Nossa intenção nunca foi o incentivo, mas sim demonstrar o respeito e o entendimento da importância de se promover a igualdade entre todos”, falou.

Questionada sobre se questões mais aprofundadas sobre homossexualismo e sexualidade já foram abordadas em sala pelos professores, a jovem garantiu que não. Ela também falou sobre os resultados que os manifestantes esperam que a ação de hoje tenha.

“Sobre gêneros e sexualidade, isso nunca foi discutido ou ensinado aos alunos”.

“Esperamos que com os cartazes, as pessoas entendam que o respeito é extremamente importante e que deve existir igualdade, pois todos nós somos humanos”, finalizou.

As postagens no Instagram do Nossas Notícias envolveram inclusive a participação do ator Hugo Bonemer, que já atuou em Malhação, da Rede Globo e em outras produções além de um seguidor ter marcado nos comentários os perfis de Xuxa Meneghel, Hugo Gloss, Pabllo Vittar, Show da Vida e Põe na Roda, chamando a atenção para a discussão, conforme mostram as imagens abaixo.

Leia mais sobre o caso que movimentou principalmente as nossas redes sociais neste final de semana:

Direção da Escola Henrique Liebl se manifestará sobre polêmica do trabalho com tema LGBTQIA+

“Uso da temática LGBTQIA+ partiu dos próprios alunos envolvidos no desenvolvimento do trabalho”, diz professor da Escola Henrique Liebl

Conselho de Pastores de Rio Negrinho quer informações da Secretaria de Educação sobre trabalho com tema LGBTQIA+ realizado na Escola Henrique Liebl

Psicóloga fala sobre a polêmica abordagem do tema LGBTQIA+ na Escola Henrique Liebl

A primeira imagem, divulgada nas redes sociais desde a tarde de sexta-feira (16), mostra o trabalho sem estar finalizado
O trabalho já finalizado pelos alunos, cuja imagem circulou pouco nas redes sociais, após toda a polêmica sobre a questão

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram