Nossas Noticias

"Cultive uma planta e colha felicidade", diz Evandro Barbosa, de Rio Negrinho, que já tem quase 150 cactus e suculentas em casa

[caption id="attachment_44184" align="alignnone" width="300"] Fotos: Katia de Oliveira[/caption] RIO NEGRINHO. Pode até não parecer tanto, mas a cidade e até mesmo a região estão repletas de pessoas que simplesmente a-mam cultivar plantas das mais diversas espécies! Prova disso foi o sucesso que fez a matéria que publicamos há 15 dias ( leia clicando aqui ) sobre o grupo dee cultivo e cuidados com plantas criado por Claudinéa Liebl e Vanisse Tureck no Facebook e que já reúne mais de 2 mil pessoas. Tento, mas ainda não “acertei a mão” no cultivo de plantas, porém minha experiência pessoal não deixa dúvidas do quanto elas precisam de cuidados. E conversando com cultivadores como o Evandro Barbosa – minha fonte na matéria de hoje – não me restam dúvidas de que cultivar plantas é também cultivar um pouquinho de si mesmo, se permitindo florescer e amadurecer para a vida e para tudo de melhor que ela nos oferece. E foi com essa impressão que saí da casa do Evandro, onde estive na manhã de hoje para fazer essa matéria. Ali o cenário – muito acolhedor, por sinal – mostra uma sinergia entre ele e as cerca de 150 espécies de plantas que fazem parte de sua coleção, sendo a maioria cactus e suculentas. Aos 44 anos, Evandro divide suas horas vagas como bombeiro comunitário e no cuidado de suas plantas. Na casa dele, elas estão divididas, tem até uma espécie de “hospital” , onde ficam aquelas que estão em tratamento. Ele contou que sempre gostou de plantas e da natureza mas seu interesse por suculentas surgiu depois que ganhou uma muda da sua irmã. “Meu primeiro cultivo foi de uma muda dessa suculenta que ganhei da minha irmã. Uma planta simples e singela, mas dada de coração. Então comecei a criar um laço de carinho e um vício,digamos assim, pelas suculentas.  Isso foi em 2018, mas cabe destacar também que minha mãe e minha irmã tem plantas então, muito desse interesse vem delas já. Trocamos muitas dicas e experiências”. Além do grupo da Claudinéa e da Vanisse no Facebook, ela participa de vários outros grupos virtuais de plantas, onde troca muitas experiências. “Quando vi o grupo eu resolvi entrar, mas sem nenhum objetivo inicial. Foi mais para a acompanhar, fazer amigos e ter mais experiências, pois cada integrante tem uma experiência para passar de seus cultivos. Isso é muito proveitoso porque conhecemos várias espécies de plantas muito belas que os integrantes postam em seu dia a dia. Por isso digo sempre que não existe planta simples, cada uma tem seu destaque e suas belezas. Cada planta é diferente da outra”. Ele garantiu que por entender dessa forma, na sua coleção não tem uma planta preferida. E sempre há espaço para mais! “Cultivar plantas é um caminho quase ou sem volta. Digo que vou parar de comprar, mas quando vou em algum amigo(a) sempre compro algo. É incrível o poder das plantas ‘pularem’ dentro do carrinho no mercado, na floricultura, no carro, … rsrsrs Elas te conquistam de um jeito!!”. “É uma ‘terrapia’!” Sobre o significado de cultivar plantas – e olha que Evandro tem cerca de 150! – ele declarou que é uma ‘terrapia’. “Cuidar das plantas me ajuda a lidar melhor com o stress do dia a dia. Muitas vezes fico algum tempo fora de casa e quando chego,  vou logo dar atenção às minhas plantas. Elas sempre precisam da gente mas a gente também sempre precisa delas. É uma TERRAPIA”. Amizades Do contato que tem com milhares de pessoas, dos vários grupos virtuais que participa, além dos conselhos sobre cultivos, também nascem amizades. “Muitas amizades são criadas e solidificadas através das plantas, pois muitas vezes você doa uma planta e ganha uma uma amizade”. Dicas Evandro frisou que suculentas é uma denominação dada a plantas de caules não lenhoso, que acumulam água nas suas folhas e caule. Em seu habitat natural, elas geralmente precisam de pouca rega, muita exposição ao sol e pouquíssima matéria orgânica em sua terra. “São plantas geralmente de climas áridos, então podemos resumir e partir de um tripé de cuidados: rega, luminosidade e substrato”. Luminosidade “Suculentas são sinônimos de sol, luz intensa e  ambiente externo. Dentro de casa sem sol ou luminosidade, ela ficará com aquele aspecto alongado; já no ambiente externo e com ótima luminosidade lhe proporcionando sol, ela sempre ficará mais compacta e com cores em destaques”. “Um fator importante quando você compra uma suculenta ou ela está na sombra: para não queimá-la, você deve ir adaptando-a ao sol”. Rega “A rega é um fator que tem gerado muita dúvida para os cultivadores iniciantes, pois acham que deve-se regá-las muito ou pouco. Mas diferente do que muitos pensam, as suculentas amam água, portanto regue as plantas até encharcar o substrato. Mas devemos regar novamente somente quando o substrato estiver seco”. Substrato O substrato deve conter pouca matéria orgânica, ser leve, que não fique compacto e que a água passe entre ele, não acumulando. “Cultive uma planta e você colherá felicidade” Sobre o cultivo, Evandro citou que muitas vezes os erros são maiores do que os acertos, seja na rega, no substrato, na adubação ou em outro processo. “Mas tudo serve de aprendizado! Posso dizer que quando a gente dá carinho para as plantas, elas nos oferecem muito mais. É realmente uma ‘terrapia’ anti-stress! Elas são companheiras inseparáveis. Todo esse carinho que damos à elas, elas nos revertem em beleza, seja na beleza de suas flores ou mesmo na sua simplicidade. Cultive uma planta e você colherá felicidade!”. Mais dicas importantes: como lidar com as cochonilhas Dicas do Evandro

  • Este produto da foto abaixo você compra na agropecuária. Ponha uma colherinha dentro de um litro de água e borrife na planta três dias seguidos. “Porque a cochonilha bota ovo na planta e o remédio aplicado apenas uma vez não mata o ovo”, observou.
  • Você  também pode fazer uma mistura de vinagre com detergente, meio litro de água;  pegar uma escovinha e passar na planta, mas quando é muita cochonilha tem que passar o inseticida
  • Álcool isopropílico 70% também pode ser indicado também mas é um valor um pouco mais alto
  • Muitas vezes a gente compra plantas já com cochonilha. Então, o ideal é já borrifar o produto sempre que você compra uma planta. Observe se tem cochonilha na raiz, às vezes é isso que impede a planta de se desenvolver
  • Uma vez apliquei SBP. Funciona, mas é preciso cuidar para não deixar excesso na planta  e dar uma borrifada pequena
Alguns cliques do paraíso do Evandro!  Promoções
             ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram