Nossas Noticias

Duas mortes na região neste domingo acendem o alerta para a importância da valorização da vida e a prevenção ao suicídio

  REGIÃO. Duas mortes na região neste domingo (07) acendem o alerta para a importância valorização da vida; e sem julgamentos, também da solidariedade, da empatia e do apoio que devemos prestar às pessoas com quem convivemos. Às 00h20 da madrugada de ontem, os Bombeiros de Campo Alegre foram acionados para atender uma ocorrência de uma tentativa de suicídio em uma residência localizada no Lageado. No local, eles relataram ter encontrado um homem de 30 anos, que foi encontrado pelos pais já ausência total de sinais vitais ( o método usado por esta e pela outra vítima e que constam nos relatórios foram suprimidos desta reportagem em respeito às suas famílias e também porque o objetivo desta publicação é alertar para uma situação bastante delicada, sobre a qual se precisa falar em alguns casos, visando inclusive evitar que aconteça outras vezes ). Após procedimentos, o local ficou aos cuidados da Polícia Militar de Campo Alegre, sendo o fato informado também para a Polícia Civil e o IGP tomarem as devidas providências. Já por volta das 10h, também de domingo, a Polícia Militar foi acionada pelo 190 para atender uma ocorrência em uma residência no bairro Vista Alegre, em Rio Negrinho. No local, uma moradora da casa contou que foi em um cômodo procurar uma grelha para assar carne e encontrou seu familiar também sem sinais vitais, pois havia tirado a própria vida. Os policiais relataram que posteriormente compareceu no local a ex-esposa da vítima e que dentro da casa foi encontrado um celular. O aparelho foi apreendido e deixado sob os cuidados de um policial civil, que também acompanhou a ocorrência. Os policiais militares acionaram os órgãos competentes, deixaram o corpo sob responsabilidade da Polícia Civil e lavraram o Boletim de Ocorrência para conhecimento e providências cabíveis. O delegado regional Odair Sobreira Xavier, informou à reportagem do Nossas Notícias na tarde de domingo (07), que o Instituto Médico Legal e o Instituto de Criminalística estiveram no local. Ele falou também que a Polícia Civil de Rio Negrinho será a responsável pelas investigações. Os laudos, conforme ele, devem sair em 30 dias. Vamos falar sobre valorização à vida!  Valorizar a vida visando a prevenção ao suicídio é algo que cabe a toda sociedade e não somente ao poder público ou instituições. Já há algum tempo viemos publicando algumas entrevistas com especialistas sobre o tema e tudo o que o envolve (confira vários links no final da matéria/ usamos termos de situações que podem desencadear o suicídio ). Esta é uma situação que não há como negar: choca à todos nós! Não há como apontar culpados quando alguém tira a sua própria vida – e nem essa é minha intenção! Mas esse é um momento importante para pensarmos em como andamos nos relacionando com as pessoas que nos cercam, principalmente em casa e no trabalho. Estamos sendo abertos, acolhedores, demonstrando nosso amor? Estamos apoiando o próximo, nos colocando no lugar dele? Estamos considerando suas lutas internas e seu processo de enfrentamento aos desafios da vida? Estamos esquecendo os julgamentos, ouvindo, olhando para o outro de verdade? Não é para apavorar ninguém! Apenas para pensarmos juntos! O mundo anda precisando de mais amor, mais acolhida e menos julgamento! 🙏 Um desabafo Esta matéria estava pronta desde a tarde de domingo e confesso que por se tratar de ocorrências tão delicadas e pouco divulgadas fiquei na dúvida em publicar . Mas ao mesmo tempo, entendo que como comunicadora, tendo um veículo de comunicação, não posso guardar informações como essas unicamente para mim. Afinal, é um alerta, são fatos e precisamos trazer à luz o que está às escuras, com todo o cuidado e respeito que as pessoas merecem. Mas só assim poderemos salvar vidas! E o que hoje (08), me encorajou a falar de um tabu foi o conselho do nosso outro repórter, Edson Frankowiak, que falou para eu conversar com alguém do CVV e a avaliação positiva desse texto, por parte do psicólogo e voluntário do CVV, Antônio Chagas. E assim seguimos, comunicando na força da VIDA! Trazendo à luz o que está posto, para que possamos, cada um, ler, pensar e agir diante de todo esse cenário. Depressão: mitos e verdades que todo mundo precisa saber ALERTA! SUICÍDIO: Rio Negrinho, São Bento e Campo Alegre com números acima da média nacional, aponta estudo de acadêmico e professora de Psicologia da UnC Autoestima: a forma como nos sentimos acerca de nós mesmos e que afeta toda a nossa existência Depressão deixou de ser ‘frescura’! E o que a serotonina e a vitamina D podem ter a ver com isso? Especialista explica! Você conhece as constelações familiares? Saiba mais com o psicólogo Lincol Pedro Drosdek Ansiedade: conheça as causas, sintomas e tratamentos “A violência psicológica deixa às vezes muito mais danos que a violência física”, destaca psicóloga da DPCAMI de São Bento do Sul em evento sobre a lei Maria da Penha e a pandemia Quando um relacionamento é abusivo? Psicóloga explica sobre o termo e suas consequências Hipnoterapeuta de Rio Negrinho lança áudios gratuitos para amenizar emoções durante este período de isolamento social Como não “pirar” nesse período de isolamento? Confira dicas da psicóloga Cecília Marques, coordenadora do curso de Psicologia da UnC Rio Negrinho QUEM controla as suas emoções: você ou seu subconsciente? LIVES Entrevista com a psicóloga Andreia Tabbert – Setembro Amarelo: valorizando a vida e enfrentando a depressão, ansiedade, bipolaridade, momentos de tristeza e nossas humanidades Entrevista com a psicóloga Andreia Tabbert – Abuso Sexual: porque precisamos falar sobre isso? Entrevista com a psicóloga Andreia Tabbert – Como lidar com a morte e os desafios que ela nos traz Entrevista com a psicóloga Andreia Tabbert – Por que crianças e adolescentes se cortam e como ajudá-los? Canal da Psicóloga Lilian Juraski no YouTube: Depressão, Ansiedade, Pânico: sofrimentos reais ONDE PROCURAR AJUDA

  •  O CVV é um serviço nacional, cujos voluntários atendem pessoas que estão passando por situações delicadas e querem desabafar pelo telefone, preferindo falar com pessoas que não conheçam e para as quais não precisem se identificar. O número é o 188 e a ligação é gratuita.
  • A UnC Rio Negrinho oferece atendimento psicológico gratuito através do Núcleo de Atendimento Psicológico. O fone de contato é o 36441051 e os interessados em obter mais informações também podem se dirigir até à universidade, na Rua Pedro Simões de Oliveira, no centro da cidade
Promoções  
]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram