Nossas Noticias

Delegado explica que vídeo comprova que motorista de caminhão não foi o responsável pela morte de motociclista em Rio Negrinho

  RIO NEGRINHO. A verificação de um vídeo do momento do acidente que culminou na morte do motociclista Johny Alceu Pereira ( leia a matéria clicando aqui ), comprovou que o motorista que dirigia um caminhão envolvido na colisão não foi responsável pela fatalidade. A apuração foi feita pela Polícia Civil e conforme o delegado Rubens Passos de Freitas, as imagens mostram o motociclista – que estava com um carona que ficou gravemente ferido – batendo na traseira do caminhão. A constatação comprova que o que o bombeiro comunitário Cleisson Lima viu embaixo do caminhão e achou primeiramente serem faíscas em decorrência de um eventual incêndio no veículo, era na verdade a moto conduzida pelo motociclista. Cleisson procurou a reportagem do Nossas Notícias para contar detalhes da cena, publicados em nosso site em matéria anterior. Ele contou que vinha de carro atrás do caminhão no momento do acidente e prestou os primeiros atendimentos ao carona da moto, ajudando a salvar sua vida. Na ocasião, ele afirmou que o caminhão havia atropelado as vítimas e criticou a falta de iluminação no trecho onde a ocorrência foi registrada, o que justamente o impediu de entender a cena corretamente. Ele também foi procurado pela Polícia Civil para contar detalhes do ocorrido. O delegado Rubens informou que a Polícia Civil não instaurou inquérito porque ficou confirmado que o motorista não teve nenhum envolvimento com o óbito, não podendo nem mesmo responder por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Porém, conforme o delegado, o motorista do caminhão pode vir a responder por crime de trânsito caso seja confirmado que ainda que não tenha sido o culpado pelo acidente, tenha fugido  do local de forma proposital. Promoções

 
]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram