Nossas Noticias

Juiz Eleitoral de Rio Negrinho explica como será a dinâmica da votação neste domingo e os procedimentos adotados em prevenção ao COVID 19

[caption id="attachment_34196" align="alignnone" width="300"] Coletiva foi acompanhada por Manassés Vilaim de Andrade e Anderson Daniel Moser, do Cartório Eleitoral; o juiz Rubens da Silva Neto (de terno), conduziu o encontro virtual[/caption]   RIO NEGRINHO. Toda eleição é um processo altamente delicado e que exige uma série de cuidados, que vão do período pré eleitoral ao pós eleitoral. Ou seja, a eleição em si, é muito mais que a campanha dos candidatos, o dia da votação, a apuração de votos e o resultado final. Este ano em especial, o processo eleitoral no Brasil especificamente ficou ainda mais delicado em função da pandemia e exigiu diversas adaptações para que os brasileiros possam, com tranquilidade, escolher os vereadores, prefeitos e vice-prefeitos de seus respectivos municípios. Em Rio Negrinho, a eleição está mobilizando a Justiça Eleitoral e uma série de órgãos de apoio a esse processo. E com o objetivo de esclarecer dúvidas dos eleitores e destacar o trabalho que vem sendo realizado até agora, o juiz Rubens da Silva Neto convocou os veículos de imprensa da cidade para uma entrevista coletiva que aconteceu na noite desta quinta-feira (12), de forma online. Confira os principais tópicos enfatizados no encontro. Cuidados específicos em função da pandemia “Essa é uma  eleição atípica, pois a pandemia impôs um desafio enorme a todos e com a Justiça Eleitoral não foi diferente. Há toda uma logística de procedimentos e com essas limitações tivemos algumas dificuldade enormes mas estão sendo tomadas todas as medidas para minimizar qualquer risco com relação ao COVID. Por isso, agradeço o Cartório Eleitoral cuja equipe está fazendo um trabalho muito bom e também a todos os envolvidos: candidatos,partidos, representantes, imprensa …”, frisou o juiz eleitoral. Preparação das urnas Ele salientou também que as urnas estão prontas, configuradas e aptas para o dia da votação. “As urnas serão encaminhadas para os locais de votação, todos os procedimentos técnicos e operacionais já foram realizados com sucesso e os próximos passos já estão programados”, garantiu.  Apoio Junto à Justiça Eleitoral haverá todo um trabalho de apoio, realizado por diferentes órgãos: Ministério Público Eleitoral, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, cada um atuando de acordo com suas atribuições. Vale salientar que a Polícia Militar e a Polícia Civil começaram nesta quarta-feira (11), a Operação Eleições, visando combater fraudes e crimes eleitorais. Os trabalhos seguem até  domingo (15). Mensagem aos eleitores  O magistrado frisou que no dia da eleição tanto os profissionais da Justiça Eleitoral quanto os que estão prestando apoio à votação, estarão circulando pela cidade, começando já nas primeiras horas da manhã. “Nossos objetivos principais são de orientação e apoio aos eleitores, mostrando que podem ter segurança na votação. Estamos preocupados em garantir segurança ao eleitor, para que ele perceba que há todo um protocolo sanitário que lhe garante essa sensação de segurança. Está sendo feito todo um trabalho de forma muito transparente, afinal o eleitor é o verdadeiro protagonista da eleição. Peço também que incentivem uns aos outros votar. Estamos trabalhando incansavelmente para que a eleição ocorra dentro da normalidade, tranquilidade e legitimidade”. Estatísticas eleitorais  De acordo com ele, Rio Negrinho tem hoje 31.476 eleitores aptos a votar. Destes, 18 mil estão com seus cadastros biométricos habilitados, porém a biometria não vai funcionar nessas eleições. A cidade conta com 100 sessões eleitorais e 78 urnas, porque algumas sessões foram agregadas. “Mas não houve nenhuma alteração dos locais de votação dos eleitores por parte da Justiça Eleitoral, a não ser que o próprio eleitor tenha pedido”, ressaltou. Além disso há um total de 18 locais de votação que já foram vistoriados e cerca de 400 pessoas que estarão atuando neste domingo. “Houve toda uma preparação dos locais de votação. Seis desses 18 locais, são os que há maior número de eleitores e por isso nesses espaços vai haver algum tipo de limitação de trânsito, seja na frente ou nos seus arredores. Essa limitação será feita pela Polícia Militar, a pedido da Justiça Eleitoral e com o apoio da prefeitura que cedeu cavaletes, cones e outros. Cabe ressaltar que é uma mínima limitação,  porque ao mesmo tempo que queremos facilitar o acesso de idosos e portadores de necessidades especiais, queremos também evitar qualquer tipo de aglomeração. Mas o público em geral poderá entrar normalmente também nesses locais”. Dinâmica da votação 

  • Votação começa às 07h e segue ininterruptamente até às 17h
  • Nos locais onde há maior número de eleitores vai haver na porta de entrada uma organização do fluxo de pessoas e uma porta de saída, justamente para evitar aglomeração e contatos entre os votantes, em função da pandemia;
  • É obrigatório o uso de máscara por parte do eleitor e por todos os envolvidos no processo de votação;
  • O eleitor deve levar sua própria caneta;
  • Serão disponibilizadas canetas nos locais de votação, que serão higienizadas a cada uso;
  • Ao chegar no local de votação, o eleitor deve respeitar o distanciamento de 1,5 metros de outros eleitores, caso haja fila (haverá sinalização indicando a necessidade de distanciamento);
  • Ao ser atendido, o eleitor deve se identificar , apresentando um documento ou o e-titulo. Quem apresentar o e-titulo mas não tiver feito o cadastro biométrico deve apresentar também um documento de identidade com foto;
  • O presidente da sessão vai digitar o título no terminal do mesário;
  • O eleitor guarda o documento e higieniza as mãos com álcool gel, sendo liberado para votar;
  • Eleitor vota;
  • Higieniza as mãos com álcool gel novamente;
  • Se retira do local de votação, se dirigindo diretamente à saída
Quem estiver com algum problema de saúde neste domingo e por isso não puder ir votar
  • Eleitor que tiver com alguma dificuldade de saúde, contaminado ou com sintoma de COVID tem o prazo de 60 dias após as eleições para justificar a ausência na votação no site do TRE, através do sistema Justifica. Para a justificativa devem ser apresentados: através de atestado médico, exames ou outros documentos que comprovem as suas limitações de saúde no dia 15. As justificativas serão analisadas caso a caso pela Justiça Eleitoral
Quem não estiver na cidade onde vota 
  • Quem precisar justificar o voto por não estar na cidade em que vota, deve preferencialmente fazer a justificativa para a Justiça Eleitoral pelo aplicativo e-título; se por acaso o eleitor não puder ou não conseguir baixar o app, poderá ir a um local de votação
Como faz quem tiver dúvidas? 
  • Para obter mais informações, o eleitor deve baixar o aplicativo e-título do Tribunal Superior Eleitoral, que é gratuito;
  • Pode também entrar em contato pelo fone  08006473888 é o Tira Dúvidas oficial da Justiça Eleitoral no dia da eleição (ligação gratuita);
  • A dinâmica no cartório eleitoral será bem intensa, por isso e também em função do COVID, é recomendado NÃO se dirigir ao cartório para esclarecimento de dúvidas
Denúncias de irregularidades
  • Poderão ser feitas através do aplicativo Pardal
Promoções  ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram