Nossas Noticias

Plataforma digital para aulas na Rede Municipal de Rio Negrinho começará a ser implantada a partir de amanhã

RIO NEGRINHO. A partir de amanhã (28), inicia em Rio Negrinho a implantação do Regime Especial de Atividades Escolares Não-Presenciais. O objetivo é oferecer alternativa de aprendizado aos estudantes da Rede Municipal de Ensino durante o período de suspensão das aulas, previsto para prosseguir até o dia 31 de maio.

De acordo com a secretária de Educação Darli Frota Tandalo, em meio à suspensão das atividades escolares em todo o país, em decorrência da pandemia de coronavírus e a incerteza em relação a quando as salas de aula poderão voltar a ser ocupadas pelos estudantes, a Secretaria de Educação de Rio Negrinho busca alternativas para conseguir cumprir o calendário escolar previsto para 2020.

Continua depois do anúncio

“No dia 20 de abril em reunião extraordinária online com os membros do Conselho Municipal de Educação, foi aprovada a Resolução Nº 03/2020”, explica a secretária. A resolução Regulamenta Normas de Orientações sobre o Regime Especial de Atividades de Aprendizagem Não Presenciais para a Educação Infantil e Ensino fundamental I e II da Educação Básica Pertencentes ao Sistema Municipal de Ensino de Rio Negrinho.

“Ela regulamenta as atividades não-presenciais para fins de cumprimento do calendário letivo do ano de 2020, em consonância com a prevenção da pandemia do coronavírus (Covid-19)”, reforça Darli.

Enquanto as aulas presenciais em Rio Negrinho continuam suspensas, e para dar continuidade ao ano letivo, a partir do dia 28 de abril iniciará a implantação do Regime Especial de Atividades Escolares Não-Presenciais.

“Desta forma, os professores irão postar as atividades através da plataforma do Portabilis Portabilis para os alunos acessarem de casa com o seu código que será enviado pelas Unidades Escolares na próxima semana”, detalha a secretária.

Ela ainda destaca que os professores serão instruídos, quanto ao uso da plataforma.

“Vale lembrar que os pais ou responsáveis também terão instruções precisas para o acesso”, complementa Darli.

Continua depois do anúncio

Estudantes sem internet

Aos alunos que não possuem acesso a internet, as Unidades Escolares organizarão a entrega das atividades e conteúdos impressos aos pais ou responsáveis a partir do dia 4 de maio, respeitando todas as orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e Secretaria de Saúde.

“Os alunos que residem no interior receberão através da Secretaria de Educação as atividades impressas a cada quinze dias, portanto, nenhum aluno ficará sem o desenvolvimento da aprendizagem”, garante a secretária de Educação.

Darli ainda ressalta que o envolvimento das famílias neste processo será fundamental e oportunizará o fortalecimento da relação família e escola.

“O compromisso com a possibilidade de experiências significativas de ensino e de aprendizagem, mediadas por tecnologias ou não, é assegurar neste momento o desenvolvimento integral das crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, definido essencialmente, pela manutenção das atividades pedagógicas, mesmo sem a presença física de estudantes e professores, no âmbito de todas as Instituições que compõem o Sistema de Ensino de Rio Negrinho”, cita a secretária.

Continua depois do anúncio

As ações, bem como as ferramentas, foram pensadas também para serem utilizadas na contabilização das 800 horas para concluir o ano letivo de 2020, uma vez que o Ministério da Educação já liberou a conclusão do ano letivo com menos de 200 dias em 2020 devido à pandemia, mas manteve a exigência do cumprimento de 800 horas de aulas.

“É importante ponderar que precisamos aguardar alterações normativas do Ministério da Educação e do Conselho Nacional de Educação”, diz ela.

Darli ainda ressalta que a Secretaria de Educação de Rio Negrinho segue as orientações com fundamentos legais através de videoconferências e reuniões realizadas pela UNDIME (União Nacional dos Dirigentes Municipais) e Fecam (Federação Catarinense de Municípios).

“Porém, faz-se necessário aguardar se a proposta das atividades de aprendizagem não-presenciais será validada de forma geral no país, como alternativa para compor a carga horária exigida por lei”, informa a secretária.

Continua depois do anúncio

Darli ainda diz contar com o apoio e compreensão de todas as famílias.

“Estamos como sempre nos esforçando para oferecer uma educação de qualidade neste difícil momento de distanciamento social, cenário nunca vivido em nenhuma esfera do nosso país, e neste momento não existe o certo ou errado, mas temos a ciência do nosso comprometimento com a universalidade da educação”, encerra ela, dizendo que a Secretaria de Educação está disponível para que qualquer dúvida dos pais possam ser sanadas.

Anúncios
]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram