Nossas Noticias

"Eu tenho discurso para contar do que já fiz por Rio Negrinho", declara Abel Schroeder, reafirmando interesse em concorrer ao cargo de prefeito no ano que vem

Anúncios RIO NEGRINHO. As eleições municipais de outubro do ano que vem continuam a movimentar o quadro político eleitoral de Rio Negrinho. Desta forma, tem se tornado frequente as declarações de interessados em concorrer a cargos ao Executivo (prefeito) e Legislativo (vereador/a). E o cenário tem animado empresários, servidores públicos, militares, políticos em início de carreira e inclusive os mais experientes, como é o caso de Abel Schroeder, do MDB.

Continua depois do anúncio
Ele foi vereador, vice-prefeito,prefeito, Secretário Municipal e Secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e reafirmou, em entrevista ao Nossas Notícias, que está a disposição do partido para o próximo pleito. Schroeder recebeu a reportagem do Nossas no final da tarde desta segunda-feira (20) em sua residência. Confira suas declarações. Nossas Notícias – O Abel Schroeder é, de fato, pré candidato a prefeito? Abel – Eu me coloco, sim,como um dos que tem bastante experiência para concorrer. Estou à disposição do partido e da comunidade.
Continua depois do anúncio
Nossas Notícias – Você está então disposto a bater chapa com outras lideranças do MDB, como é o caso do vereador Pablo Ribeiro, que também manifestou interesse em concorrer ao cargo de prefeito no ano que vem. Abel Schroeder Respeito a todos os pré candidatos de todos os partidos e principalmente os do MDB. Os três vereadores da sigla (Pablo Ribeiro, Sílvio Kuss e Liliana Schroeder Jurich), podem se disponibilizar a concorrer, juntamente com outros filiados. É melhor administrar o excesso de candidatos do que a falta. Vai ser nas negociações partidárias que vamos ver quem vai poder ir. A partir de uma definição,entendo que todos do MDB devem “se abraçar” e trabalhar para ganhar mais uma eleição.
Continua depois do anúncio
Nossas Notícias – Você não acha que neste sentido, tanto dentro do partido, como de forma geral, há uma tendência de preferência por nomes novos na política? Abel – Acho muito interessante os novos que querem se candidatar. Como disse, respeito a todos e alguns, inclusive são amigos e excelentes perfis. Mas entendo que tem que ir aquele que atenda as necessidades da comunidade e que tenha experiência. Eu acredito que muitas pessoas tem desejado e acreditado na força do novo. Mas entendo também que é preciso parar e avaliar o que os novos fizeram e o que estão fazendo. Daí vem a pergunta: é bom mudar?
Continua depois do anúncio
Nossas Notícias – Já que estamos falando em novo,como você avalia a gestão do atual prefeito de Rio Negrinho, Júlio Ronconi? Abel Schroeder – Ele caiu na desgraça do povo. Tudo o que o coitado faz é errado. Digo coitado porque já fui prefeito e sei como está a “pele” dele hoje. Não falo mal do Júlio, deixo ele trabalhar. Neste momento sou um cidadão de Rio Negrinho e quero que a cidade dê certo. Mas se eu for para uma campanha disputando com o Júlio, vou falar mal, sim. Se o Júlio estivesse trabalhando bem certinho ainda assim eu não teria receio de concorrer com ele.
Continua depois do anúncio
Nossas Notícias – Isso quer dizer que se for candidato você vai reforçar sua campanha com base no que já fez em sua trajetória política? Abel – Sim. Eu tenho discurso para contar do que já fiz por Rio Negrinho e do que posso fazer ainda. Acredito que a cidade precisa é de um gestor, de alguém que faça gestão. E isso já fiz como prefeito e nas gestões de Mauro Mariani e Almir Kalbusch,ex- prefeitos da cidade. Nossas Notícias – Como você avalia as gestões do MDB em Rio Negrinho, já que comentou sobre o perfil do 15? Abel – Nenhum partido fez tanto por Rio Negrinho como o MDB. Os ex-prefeitos Paulo Beckert e Romeu Albuquerque foram ótimos, mas não fazem parte da história recente da cidade. Na história recente,o MDB fez muito mais. Tanto que não se viu nada de diferente das novas gestões que vieram depois de Mauro, Almir e Abel. E hoje ainda o que está sendo feito é resultado de projetos do MDB,como é o caso de emendas e projetos do ex-deputado federal Mauro Mariani, que ainda estão vindo para o município. O próprio Júlio Ronconi comentou comigo que a prefeitura já está trabalhando no projeto para asfaltamento da rua lateral da Müller Móveis passando pela Barão do Rio Branco. Isso será feito com verba do Mauro e é só um exemplo dentre muitos. Nossas Notícias – E com relação ao MDB de Rio Negrinho, qual sua opinião, já que o atual presidente, Sílvio Kuss, disse também em entrevista ao Nossas Notícias que tem interesse em passar o comando da sigla para o vice Pablo Ribeiro (vereador)? Abel – Não conversei com o Silvio. Creio que como ele declarou na entrevista, deverá convocar uma reunião com os filiados. Acho que assim como ele teve o direito de ter interesse em ser presidente do partido, tem o direito de ter o interesse em não querer mais. O que vale lembrar é que o MDB não é uma onda como outros partidos que vemos por aí e que o MDB sempre foi o partido mais forte e mais organizado de Rio Negrinho. E que não existe candidato sem partido e sem partido forte. Neste sentido entendo que é preciso chamar os filiados novamente para que o partido continue sua trajetória na cidade. Temos que fazer o MDB de Rio Negrinho voltar a ser o MDB que todo mundo conhece. O 15 é um partido grande e forte e pode lançar um candidato sério, honesto, inteligente e que saiba o que deve fazer pela cidade. Este é o caminho. Nossas Notícias – E na sua opinião, o partido neste momento não está também precisando de novos nomes?
Continua depois do anúncio
Abel – Com certeza que é preciso renovação. E por isso todos nós do partido já devemos começar a identificar lideranças em potencial com destaque para mulheres que possam ser futuras candidatas. E mulheres com potencial de votação expressiva, não só para colocar o nome.]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram