Nossas Noticias

Jovens Missionários visitam Rio Negrinho e realizam uma série de atividades

Anúncios RIO NEGRINHO. 21 jovens de Curitiba (PR) e São Bento do Sul (SC) chegaram em Rio Negrinho no final da tarde de quinta-feira (18). Acompanhados do padre Moisés, que trabalha na PUC em Curitiba, eles se juntaram a vários jovens de Rio Negrinho e finalizaram na manhã de hoje mais uma Missão da Juventude Dehoniana. Eles foram recepcionados por integrantes da comunidade de Nossa Senhora Aparecida, que voluntariamente deram suporte ao trabalho realizado bem como prepararam e serviram todas as refeições do grupo. Na tarde deste sábado (20), a reportagem do Nossas Notícias foi até a Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Vila Nova, acompanhou algumas atividades do grupo e conversou com Arion José e Jéssica Ribeiro, coordenadores da Missão junto com o padre Moisés.

Continua depois do anúncio
Eles contaram que o trabalho tem como objetivo celebrar a Semana Santa juntamente com a comunidade. Isso através da participação das cerimônias católicas bem como de visitas a enfermos, pais de catequisandos e pessoas da comunidade. Na tarde de sábado eles também realizaram diversas atividades com crianças e adolescentes no salão da igreja. “Nosso intuito é conhecer as pessoas e as suas realidades, ajudar e aprender”, explicaram.
Continua depois do anúncio
Arion com que participa das missões há cerca de 6 anos e explicou que a  Missão deste mês é mais voltada para a Páscoa e é como se fosse uma preparação para a missão de janeiro do próximo ano, que é maior. “Rio Negrinho foi escolhida por ser uma cidade mais tranquila. Viemos para conhecer as famílias mais simples também, do interior. Principalmente nós, que viemos de uma cidade maior”, falou.
Continua depois do anúncio
Segundo ele e Jéssica,  a experiência para o grupo foi maravilhosa. “É um sair da realidade. Encontramos pessoas mais velhas, enfermos,… você vê que eles tem uma fé gigante! E entendemos que a fé dessas pessoas é uma inspiração para que os jovens de hoje superem os seus desafios, que são muito grandes já que há muitas oportunidades oferecidas mas nem todas são válidas”.
Continua depois do anúncio
Arion é de Curitiba e lembrou que a organização da Missão também partiu do Movimento Dehoniano curitibano. “Sou ex-seminarista. Morei  no Seminário em Rio Negrinho em 2015. Conheço muitas pessoas aqui na cidade e isso ajudou também a escolhermos Rio Negrinho para este trabalho”. O grupo ficou em Rio Negrinho até hoje pela manhã, por volta das 07h. Antes eles participaram da Missa da aurora às 05h e depois tomaram café com a comunidade. Anúncio  ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram