Nossas Noticias

Prefeito se compromete a fazer revisões na lei que proíbe pernoite de caminhões e veículos de grande porte nas vias públicas

Anúncios RIO NEGRINHO. Representantes de caminhoneiros autônomos, transportadoras e o Marcos Pereira, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte (Sindiplan) se reuniram com o prefeito na tarde de hoje. O encontro aconteceu na sala de reuniões da prefeitura e contou com a presença dos vereadores Abel Hack, Ildefonso Pilati, Luciano Alves e Ivo Antunes além do vice-prefeito Roberto Albuquerque e da Secretária de Planejamento, Marlete Schroeder e de membros de sua equipe.

Continua depois do anúncio
Na pauta, a discussão da recente aprovação de alterações no Código de Posturas, que proíbe caminhões e veículos de grande porte de pernoitar nas vias públicas por um período de 12 horas. A iniciativa foi bastante discutida nos últimos dias e gerou revolta por parte da classe. No encontro, os profissionais de transporte, questionaram o prefeito e alegaram que a maior necessidade em muitas situações apresentadas, é a adequação de ruas e a sinalização. “A prefeitura não pode punir o caminhoneiro porque muitos problemas não são causados por eles e sim pela falta de infraestrutura dos passeios públicos”.
Continua depois do anúncio
Eles perguntaram quais os benefícios da lei para a cidade e sugeriram que as leis de trânsito já existentes sejam aplicadas em situações que foram apresentadas pela equipe da prefeitura. “Não dá para punir a classe inteira por casos isolados”. Os caminhoneiros também lamentaram o fato de que, segundo eles, a rotina que seguem não foi estudada para que a lei fosse elaborada.
Continua depois do anúncio
Em contrapartida, a equipe da Secretaria de Planejamento evidenciou que a lei já vinha sendo estudada há dez anos, através de estudos e da realização de reuniões e audiências públicas com representantes da comunidade, incluindo com representantes dos caminhoneiros.
Continua depois do anúncio
O prefeito Júlio Ronconi destacou que quando enviou a lei para votação na Câmara, já previa um período de 180 dias para regulamentação após a aprovação. Conforme os membros da administração, a prefeitura continuamente recebe reclamações de pessoas da comunidade e da polícia, relatando se sentirem incomodadas com o estacionamento de caminhões por longas horas em vias públicas. Em virtude dos vários questionamentos que foram feitos aos vereadores, o vereador Abel Hack, garantiu que os parlamentares aprovaram o projeto com a garantia que o prefeito e sua equipe fariam alterações na legislação posteriormente. “Ninguém votou sem saber o que estava votando. E, inclusive, muitos dos questionamentos que vocês apresentaram aqui, nós também fizemos”, falou.
Continua depois do anúncio
Os caminhoneiros e seus representantes pediram que a prefeitura ouça mais a categoria e o prefeito Júlio Ronconi adiantou que a prefeitura convocará uma nova audiência pública com os profissionais da categoria nos próximos dias. Ele também se comprometeu a fazer uma nova avaliação das ruas da cidade onde poderiam ser proibidos o pernoite de caminhões e veículos de grande porte.    ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram