Nossas Noticias

Para comemorar! Pequeno Gabriel fez hoje seu último bloco de quimioterapia

SANTA CATARINA. Ontem (13), Ivi Silva, mãe do pequeno Gabriel, entrou em contato com nossa reportagem para falar um pouco mais sobre o menino, que luta contra o câncer e fez hoje (14), sua última quimioterapia.

Gabriel foi destaque recente aqui no Nossas Notícias, em uma foto sua que publicamos em nossas redes sociais no dia 1° de junho. A imagem (confira no final da matéria), mostrava o menino ao lado de policiais rodoviários federais em um restaurante na BR 282, em Bocaina do Sul. O registro foi feito quando, juntamente com a mãe, ele estava viajando para fazer tratamento médico e encontrou os policiais no mesmo estabelecimento em que estava.

Nesse segundo contato, Ivi compartilhou a sensação de vitória com o término das quimioterapias do filho.

Cláudio Gabriel da Silva Pires mora em Santa Cecília, no meio oeste, e segundo a mãe, luta há um ano contra a doença. Ele realiza sessões de quimioterapia a cada 21 dias, no Hospital Joana de Gusmão, em Florianópolis.

As sessões, realizadas no ambulatório de oncologia, tem uma duração média de seis horas, relata Ivi. Segundo a mãe, Gabriel foi diagnosticado com Tumor de Wilms, também conhecido como Nefroblastoma, um tumor maligno originado no rim. No caso do menino, ele teve uma metástase pulmonar de estágio quatro.

“Ele precisou retirar o rim esquerdo, pois estava todo destruído pelo câncer. Hoje ele só tem um rim, que trabalha perfeitamente”, revela. 

Ela ainda explica que logo que o menino completou um mês de vida, foi submetido a uma cirurgia.

“A equipe médica resolveu retirar um nódulo do pulmão e havia chance de não ser metástase. Foi uma cirurgia bem moderna e graças a Deus, ele superou bem. Depois disso logo veio a triste notícia de que o nódulo dele era câncer e que seriam necessários 10 blocos de quimioterapia pesada e oito de radioterapia”, detalha.

Com esse novo tratamento Gabriel precisou tomar muitos medicamentos e injeções para aumentar a imunidade, o que foi um novo desafio para ele e toda a família.

“No meio do tratamento, surgiu novamente a possibilidade do câncer ter voltado no pulmão e a equipe toda teve que reavaliá-lo, mas graças a Deus, não era. Como ele tem asma, era consequência dessa doença”, explica.

Ainda durante o tratamento, Gabriel contraiu uma grave infecção no ouvido, o que fez com ele ficasse sete dias internado, pois havia o risco dessa infecção afetar seu cérebro.

“Meu filho é um milagre, não só pelo câncer, mas sim pela vida dele. Quando ele fez um mês de vida, teve também a pneumonia e três paradas respiratórias. Ficou entre a vida e a morte”, lembra a mãe. 

“Hoje, para mim e para toda minha família é o começo de uma nova vida, na qual só tenho a agradecer a Deus. Foi o último bloco de quimioterapia do meu filho! Implorei muito a Deus pela vida dele, foi um ano que lutei muito para ter forças e poder ajudá-lo”, encerra.

“Pequeno Guerreiro Gabriel” é o perfil que Ivi mantém no Instagram, onde compartilha um pouco da rotina do filho. Clique aqui para acompanhar.

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram