Nossas Noticias

Hospital e Maternidade Sagrada Família, em São Bento do Sul, receberá apoio para o projeto de expansão

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O governador Carlos Moisés esteve em São Bento do Sul para visitar o Hospital e Maternidade Sagrada Família na manhã desta quarta-feira (29). Além de percorrer as alas hospitalares, o chefe do Executivo estadual também se reuniu com a direção da unidade para conhecer o projeto de expansão do espaço, que prevê um investimento de R$ 16 milhões nos próximos três anos.

Durante o encontro, o governador determinou que o secretário de Estado da Saúde, Aldo Baptista Neto, mantenha contato com os representantes do hospital para analisar de qual maneira o Governo do Estado poderá ajudar no projeto. Atualmente, o Sagrada Família possui atendimento oncológico de alta complexidade, 10 leitos de UTI e maternidade que atendem grande parte do Planalto Norte. Ao todo, a unidade com 109 leitos. Em coletiva de imprensa, Moisés falou sobre as parcerias com o hospital e a proposta para zerar a fila de cirurgias eletivas.

“Hoje pudemos conhecer a realidade deste hospital e ver o que a nova Política Hospitalar Catarinense (PHC) proporcionou em termos de melhorias. Também vimos com o que a gente ainda pode contribuir. Temos um grande desafio hoje, que é a pactuação para eliminar a fila de cirurgias eletivas em Santa Catarina. Já temos uma proposta acatada, que é de sair de 11 mil cirurgias por mês para 22 mil. Temos a expectativa de zerar esta fila até o fim do ano”, afirmou o governador.

O secretário Aldo Baptista Neto destacou que o Hospital Sagrada Família recebe cerca de R$ 610 mil todos os meses do Governo do Estado por meio da PHC. Aproximadamente 96% dos atendimentos realizados no local são feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O prefeito de São Bento do Sul, Antonio Tomazini, destaca que o Estado tem sido um grande parceiro da saúde do município. Segundo ele, é possível que a expansão do hospital seja incluída entre os projetos do Plano 1000, em que a cidade tem direito a R$ 86 milhões em investimentos estaduais. Tomazini lembrou que, nos últimos dois anos, os esforços se concentraram no combate à Covid-19.

“Agora é a hora de olhar para frente. Esperamos contar com o apoio do Estado para a expansão deste hospital, que possui 70 anos de serviços prestados à comunidade. Esta visita do governador foi muito boa, para que ele pudesse conhecer de perto a nossa realidade”, afirma o prefeito.

 

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram