Nossas Noticias

“O compromisso é de lutar para conseguir uma qualidade de vida melhor aos trabalhadores da nossa categoria”, destaca Cintia Ronska, eleita presidente do Sintipar

RIO NEGRINHO. Cintia Josicleia Tandler Ronska tem 42 anos, é colaboradora da RS Indústria Eireli mas foi cedida pela empresa para exercer função de secretária do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Papel, Papelão, Plástico, Químico e Artefatos de Borracha de Rio Negrinho e Região.

Por 13 anos ela trabalhou no cargo até que em 8 de dezembro de 2021 foi eleita presidente da entidade, recebendo 97,8% dos votos.

A escolha foi histórica para a categoria, já que esta é a primeira vez que o sindicato será comandado por uma mulher.

Ela foi empossada ontem (12) em uma cerimônia no Recanto Paraíso Aventuras e na manhã de hoje conversou com a reportagem do Nossas Notícias. Confira a entrevista! 

Nossas Notícias – Faz bastante tempo que você está no sindicato rsrs O que essa experiência de contato direto com os trabalhadores te trouxe?

Cintia – Trabalhando aqui tive o prazer de estar em contato direto com os funcionários e sócios da categoria, sempre fazendo o meu melhor para ajudar a todos.

Nossas Notícias – Como você avalia hoje o cenário para os trabalhadores das categorias que o sindicato abrange?

Cintia – No meu ponto de vista, o cenário que estamos enfrentando no momento atual é bem difícil. As leis estão mudando a todo momento e cada vez está ficando mais complicado  lutar pelos direitos dos nossos trabalhadores. Mas entendo que agora é hora de todos nos unirmos para lutar juntos pois a união faz a força. De nada adianta o sindicato buscar por salários melhores, por benefícios e direitos de igualdade se o trabalhador não vier junto pra luta. Então, para mim, agora é a hora de fazermos a diferença.

Nossas Notícias – Quais são os maiores desafios das categorias, de forma geral? 

Cintia – O maior deles é a situação estamos passando com o COVID, pois muitos trabalhadores já adoeceram, muitas famílias perderam seus entes queridos e isso deixa todos abalados.

Nossas Notícias – Como você pretende atuar no caso Busscar, que é uma luta de anos já, tanto dos ex colaboradores quanto do sindicato? 

Cintia – Essa é uma situação complicada, pois os bens foram vendidos e por um valor muito abaixo do que era  dívida da empresa. O Sintipar, desde o início, está recorrendo a todos os recursos previstos por lei. Agora só nos resta esperar os trâmites da justiça.

Nossas Notícias – Quais os benefícios que o sindicato já oferece hoje?

Cintia – Vários! Temos médicos e dentista além de convênio com auto escola, laboratório, com o Recanto Paraíso Aventuras, descontos no comércio … Enfim, muitas vantagens mesmo. Já deixo o convite para os trabalhadores nos fazerem uma visita e conferirem tudo o que podem usufruir junto com suas famílias.

Nossas Notícias – Como é ser a primeira mulher a assumir a presidência?

Cintia – Sei que vai ser uma tarefa um quanto difícil, pois ainda infelizmente existe o preconceito. Mas para mim, é uma questão de tempo pra que esse cenário mude. Vamos lutar para conseguir uma qualidade de vida melhor aos nossos trabalhadores. Vai ser um trabalho árduo mais sei que será gratificante! Estarei sempre à disposição para todos e sei que posso contar com o apoio de toda nossa classe trabalhadora. No momento o meu sentimento é de gratidão à Deus, por nos permitir estar todos aqui, com saúde e bem.

O Sintipar foi fundado em 3 de março de 1989. Na diretoria com Cintia estão o vice-presidente,Gilberto José Castilho; o Secretário Geral, Cláudio Dauldt Loures e Pedro Schauer, Ademir Cieslak, Cézar Alexandre Rodrigues e Marcos Manuel Alves.

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram