Nossas Noticias

Homem diz que pagou R$ 80 para falsificar documento de moto; ele e o comparsa acabaram presos pela Polícia Militar Rodoviária Estadual em Campo Alegre

CAMPO ALEGRE. Um homem disse a policiais militares rodoviários estaduais que pagou R$ 80 para um despachante de Curitiba ( PR) falsificar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo digital de uma Honda CG 150 Titan Mix ES.

A declaração, que resultou na prisão dele e de seu comparsa – aconteceu por volta das 15h de hoje (24) na SC 418 km 2400, no pátio que presta serviço licitado para o estado.

De acordo com os dados da ocorrência, a guarnição foi acionada para o local via fone 198, pois conforme a denúncia um homem e seu pai estariam tentando retirar a moto do pátio. O veículo havia sido removido por infração de trânsito e constava em seu documento restrição judicial.

De acordo com a denúncia dos solicitantes, o proprietário da moto , teria apresentado uma documentação que não conferia com dados como número de motor e QR Code do veículo em questão.

No “documento” ainda havia um erro grotesco de ortografia, onde se descrevia o nome da cidade como “Curitaba”, ao invés de Curitiba.

Os policiais constataram que a documentação era falsa e conforme a PMRv, um dos homens assumiu que sabia que o documento não era verdadeiro e declarou que teria pago R$ 80 reais para um despachante de Curitiba fazer tal documento. Isso porque por conta da restrição judicial, seria a única forma de reaver a moto, conforme seu entendimento.

Os policiais então deram voz de prisão à dupla, que foi conduzida para a Central de Polícia de Joinville a fim de prestar esclarecimentos.

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram