Nossas Noticias

Polícia Civil trabalha com a hipótese de dois envolvidos na morte da Maicon Ribas Marques, no Loteamento Alpestre, hoje em São Bento do Sul

No local do crime, há marcas de sangue da vítima

SÃO BENTO DO SUL. Informações preliminares dão conta de que duas pessoas podem estar envolvidas com a morte de Maicon Ribas Marques, de 33 anos, alvejado com um tiro no início da tarde de hoje, por volta das 13h30, na rua Gerson Carlos Grosskopf, no Loteamento Alpestre, em São Bento do Sul.

“A gente atendeu o local de crime junto com a Polícia Militar e Instituto Geral de Perícias e a princípio a vítima foi alvejada por um disparo de arma de fogo, contudo ainda não temos a confirmação do calibre da arma, isso depende isso do laudo do IGP”, afirmou o delegado Gil Rafael Ribas e reportagem do Nossas Notícias.

“Quanto aos locais específicos aonde a vítima foi alvejada também não temos ainda precisão, mas foi na região entre o tórax e a cabeça. Já quanto a suspeita de autoria a princípio seriam dois envolvidos, porém ainda não temos nenhum detalhe que possa ser divulgado para não comprometer a investigação”, disse ainda o delegado.

Ele adiantou que testemunhas e familiares da vítima deverão ser ouvidos nos próximos dias.

“Pretendemos nos próximos dias ouvir as testemunhas que foram identificadas no local, assim como os familiares da vítima e tão logo seja possível divulgar será repassado esse conteúdo para a imprensa”, completou Ribas.

Nossa reportagem também esteve no local do crime e confirmou que ainda há marcas de sangue no local. Vizinhos que não quiseram se identificar contaram que chegaram a ouvir o barulho dos tiros, mas não tem ideia de quem possa ter cometido o crime que tirou a vida do homem de 33 anos.

Também conversamos com uma das tias de Maicon, que contou que na última quarta-feira ele e familiares fizeram uma festa surpresa de aniversário para ela

“Ele estava muito bem, parece que já era uma despedida”, comentou emocionada. Familiares e amigos da vítima ainda disseram que ele era uma pessoa muito bem quista entre os vizinhos e desconhecem o motivos do crime.

“Ele não tinha rixa com ninguém”.

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram