Nossas Noticias

Por 5 votos a 4, vereadores aprovam crédito de R$ 128 mil para investimentos na instalação de sistema de energia solar na Câmara de Rio Negrinho

  RIO NEGRINHO. Uma suplementação de R$ 128 mil foi aprovada pelos vereadores na noite de hoje visando a instalação de um sistema de energia solar e substituição do sistema elétrico junto ao prédio do legislativo rio-negrinhense. Os recursos são da própria Câmara de Vereadores e foram remanejados de outras dotações para atender a demanda. O projeto ficou com a votação empatada após receber os votos favoráveis dos vereadores Cássio Alves (PSD), Rodrigo dos Santos (PL), Alessandra Cristofolini (PSL) e Nilson Sebastião Barbosa (PSDB). Manoel Alves Neto (DEM), Flávia Vicente (MDB), Roseli Zipperer do Amaral (PSDB) e Ineir Miguel Mittmann (PSC) foram contrários. Coube ao presidente Arlindo André da Cruz, o Piska (PP) desempatar a votação e aprovar o projeto. Durante a discussão do projeto, Roseli Zipperer do Amaral (PSDB) disse que não era contrária aos reparos na instalação elétrica e instalação de sistema de energia solar no prédio, mas afirmou que o projeto poderia esperar, visto a época difícil pela qual passamos. Na mesma linha, Flávia Vicente (MDB) também citou o fato de que o momento pelo qual estamos passando hoje, com holofotes na saúde, era impróprio para as reformas que, segundo ela, poderiam esperar. “Sabemos que é uma necessidade, mas preferia esperar estabilizar a questão da Covid-19. Agora sou contrária”, disse. O presidente Arlindo André da Cruz, o Piska (PP) lembrou que o projeto consistia apenas na transferência de recursos internos do legislativo de uma dotação para outra. “A situação elétrica está precária e um engenheiro elétrico fará essa parte”, disse ele referindo-se a parte do recurso que será usado para a substituição da fiação do imóvel. “Hoje gastamos cerca de R$ 1.500,00 de luz mensais e valor passará para R$ 200,00 reais mensais. Muitas igrejas adotaram, empresários em suas empresas adotaram, e peço que também o executivo faça nas escolas, nas canchas de areia”, sugeriu o parlamentar. “Estamos fazendo a coisa certa e a comunidade vai saber o destino de cada centavo. A pandemia está ai, mas não podemos parar. Cada vereador irá votar da forma que achar melhor, mas todos sabem que é necessário, não colocaria o projeto em discussão se não fosse necessidade”, defendeu Piska.   Promoções

                                             ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram