Nossas Noticias

"Democracia e Partidos em Crise: a busca por respostas", é tema de livro recém-lançado pelo juiz catarinense Fernando de Castro Faria

Países democráticos, mesmo os mais desenvolvidos, vivem um clima de apatia política. A descrença nos partidos como instrumentos de mediação, a crise da democracia representativa e o distanciamento entre a atuação dos políticos e o povo geram descontentamento nos cidadãos. Esse é um dos temas abordados no livro “Democracia e Partidos em Crise: a busca por respostas”, escrito e recém-lançado pelo juiz Fernando de Castro Faria, titular do Juizado Especial da Fazenda Pública – Foro do Norte da Ilha. A publicação, da editora Íthala, é fruto da tese de doutorado de Fernando – em dupla titulação, na Universidade do Vale do Itajaí e na Università Degli Studi di Perugia, na Itália. O trabalho foi orientado pelos professores Maurizio Oliviero e Orlando Luiz Zanon Junior. A obra se debruça sobre questões fundamentais que afetam diretamente a vida das pessoas e tem como ponto de partida as bases teóricas da democracia contemporânea, desde os contratualistas até Bobbio, Dahl e Ferrajoli. “O estudo das causas e das consequências da crise da democracia, entre elas a paradoxal desinformação num mundo altamente conectado e a perigosa ascensão dos discursos antissistema, ganha relevância para a compreensão dos fenômenos políticos atuais”, explica Fernando. São abordadas, ainda, as funções e as influências dos sistemas eleitorais, os partidos políticos (com suas virtudes e vicissitudes) e os importantes mecanismos de controle social que devem abarcar as agremiações, principalmente nos países que financiam suas atividades, como é o caso do Brasil. Ao final, o autor propõe a adoção de ferramentas que possam reconectar os partidos à sociedade, as quais giram em torno de três eixos: accountability e controle social, compliance partidário e reforma política (para uma democracia efetivamente representativa). A leitura da obra é um convite a quem quer ficar por dentro dos temas mais relevantes e caros à democracia contemporânea e uma importante fonte de argumentos para o debate institucional em prol do fortalecimento democrático.

]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram