Nossas Noticias

Morador diz que não tem ambulância em Volta Grande; prefeitura garante que veículo fica na subprefeitura

RIO NEGRINHO. O enredo poderia ser tema de uma novela, mas infelizmente trata-se da vida real e de uma triste realidade vivida pela comunidade do Distrito de Volta Grande: a falta de efetividade da permanência de uma ambulância para atender a demanda de saúde dos moradores. Isso porque nos últimos anos um capítulo que vem se repetindo com frequência é a disponibilização de um veículo de saúde por parte do poder público por um tempo, e a retirada do mesmo da comunidade, logo depois. Quem relatou a situação foi o morador Elisário de Lima que disse que a última vez que uma ambulância voltou a atender o distrito foi em 2018, mas por um curto período de tempo. Ele procurou a reportagem do Nossas Notícias para relatar que novamente o Distrito continua sem ambulância, o que foi negado pela prefeitura, que foi procurada hoje por nossa reportagem. “Quando precisa não tem. O distrito tem ambulância, mas ela está no Centro”, reclama. Em 2018, a cidade recebeu uma ambulância nova para o Samu e a prefeitura reformou o veículo antigo que, na época, foi destinado ao atendimento no Distrito por um período, mas depois voltando a ficar na cidade. Também em 2014 a prefeitura havia disponibilizado uma ambulância para Volta Grande, mas a mesma permaneceu pouco tempo no interior. Ainda de acordo com Elisário, as ocorrências de urgência e emergência em Volta Grande acabam tendo que ser atendidas pelo Corpo de Bombeiros. “Faz falta uma ambulância, e se acontecer um acidente mais grave, como fica?”, questiona o morador. “É uma briga que temos desde 2018”, cita. Ambulância deve ser solicitada junto a subprefeitura “Tem ambulância na subprefeitura. Quando eles precisam, eles solicitam na subprefeitura que fica em frente a unidade de saúde do distrito”, frisou Fernanda Alexi, responsável pela coordenação da Atenção Básica, da Secretaria Municipal de Saúde. Para tanto, um motorista fica de sobreaviso para atendimento a comunidade, informa ainda a prefeitura, através da assessoria de comunicação. Ela também comentou sobre a equipe de trabalho que atua junto a unidade de saúde do distrito. Uma médica, um dentista, uma enfermeira, duas técnicas em enfermagem, uma auxiliar de consultório dentário e quatro agentes comunitários atendem diariamente no local, segundo a coordenadora. Já na localidade de Serro Azul a prefeitura informou que atuam uma técnica em enfermagem e uma agente comunitária diariamente. A unidade também presta atendimento médico sempre às quartas-feiras e atendimento odontológico sempre às quintas. Promoções

                                                     ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram