Nossas Noticias

Alegando abandono do local, prefeitura de Rio Negrinho pede reversão de galpão e bens do Centro de Distribuição, destinado à cooperativas, no bairro São Pedro

RIO NEGRINHO. A prefeitura enviou esta semana para a Câmara de Vereadores um projeto de lei que pretende reverter ao patrimônio da municipalidade um imóvel, de 296,32 metros quadrados, concedido para uso da Cooperativa dos Produtores Familiares de Rio Negrinho (Cooperine) desde 2018. O mesmo projeto visa também a reversão de equipamentos concedidos para uso da Cooperativa Regional de Industrialização e Comercialização Dolcimar Luis Brunetto (Cooperdotchi) e da própria Cooperine. Na justificava, a prefeitura alega que embora tenha tido êxito inicialmente, o projeto que beneficiou as duas cooperativas há pouco mais de dois anos, acabou culminando em um local abandonado, referindo-se ao barracão às margens da SC-112, no bairro São Pedro, e com equipamentos sem uso. O projeto inicial visava a implantação de uma unidade de apoio para recebimento, manipulação e distribuição dos alimentos da agricultura familiar produzidos pelos agricultores atendidos pelas cooperativas. Os bens foram adquiridos através de contrato celebrado com o Governo Federal, por intermédio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Também junto ao projeto, a prefeitura encaminhou um requerimento da Cooperine no qual a mesma devolve a concessão de uso do imóvel, bem como um termo de rescisão no qual as partes manifestam não ter interesse em prosseguir com o cumprimento do termo. Ao Nossas Notícias, Maria Dums, ex-presidente da Cooperine explicou que junto com a paralisação das atividades da cooperativa, também os equipamentos recebidos no projeto foram devolvidos para a prefeitura. “Quando nós paramos, devolvemos tudo, todos os equipamentos”, frisou. Já Lucídio Ravanello, da Cooperdotchi, cita que a sua cooperativa não devolveu os equipamentos quando a Cooperine entregou o barracão. “Existem negociações em andamento e a diretoria da nossa cooperativa se reunirá amanhã para avaliar esta situação e mais outra que se apresentou. Após esse encontro poderemos dar maiores detalhes”, falou a nossa reportagem. Em Brasília, autoridades solicitaram uso do espaço Em fevereiro deste ano, durante viagem a Brasília, o prefeito Caio Treml (PL) e o secretário de Agricultura, Ronei Lovemberger, solicitaram ao Ministério da Cidadania uma autorização visando alterar a finalidade do imóvel usado pela Cooperine, no São Pedro. A prefeitura pretende remanejar a Secretaria Municipal de Agricultura para o local como forma de se desvencilhar dos excessivos alugueis que vem suportando nos últimos anos. Atualmente a secretaria está localizada na rua da Paz, em imóvel que poderá abrigar outras pastas ou departamentos, caso a mudança se confirme. Promoções

                                                     ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram