Nossas Noticias

Hospital de Rio Negrinho aguarda apenas laudo da Vigilância Sanitária para iniciar atendimentos das UTI Covid; documento deve ser emitido a qualquer momento

RIO NEGRINHO. A Fundação Hospitalar Rio Negrinho aguarda o resultado do laudo da Vigilância Sanitária para poder colocar em prática a ativação dos primeiros leitos de UTI Covid. A informação é do gestor do hospital Cláudio Marmentini que falou ao Nossas Notícias na tarde de hoje. Segundo ele, a visita da Vigilância Sanitária ocorreu na tarde desta segunda-feira (22) na unidade de saúde. “Estamos aguardando o ok para dar início”, destacou ele que confirmou que este é o trâmite faltante para a habilitação dos primeiros cinco leitos junto a unidade de saúde. Outros cinco deverão ser habilitados num segundo momento. A prefeitura confirmou que está previsto para a manhã desta terça-feira (23) o início da operação dos leitos UTI Covid na Fundação Hospitalar, após a emissão do laudo da Vigilância Sanitária. A notícia vem no momento que as cidades das regiões do Nordeste e Planalto Norte tem 100 pessoas aguardando por um leito para tratamento da doença, de acordo com dados encaminhados pelos hospitais à Central de Regulação de Internações Macrorregionais do Estado de Santa Catarina. De acordo com o painel de leitos do Estado, dos atuais 341 leitos ativos, 325 estão ocupados, ou seja, há 16 livres, o que corresponde a uma taxa de ocupação de 95,31%. Os hospitais São Vicente de Paulo e Sagrada Família, de Mafra e São Bento do Sul, respectivamente, estão com 100% de ocupação. A Maternidade Dona Catarina Kuss, também em Mafra, está com quatro leitos disponíveis, de acordo com o Governo do Estado. O Hospital Santa Cruz, de Canoinhas, com três, e o Hospital e Maternidade Jaraguá, com dois. Em Joinville o único hospital com UTI com vagas disponíveis é o Infantil Jeser Amarante Faria, com sete leitos. Promoções  

 
               ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram