Nossas Noticias

Após transferência, Tenente Leonardo Ardigó deixa o comando do Corpo de Bombeiros de Rio Negrinho

[caption id="attachment_44062" align="alignnone" width="300"] Foto: Katia de Oliveira[/caption] RIO NEGRINHO. Após um período de quatro anos a frente do Corpo de Bombeiros Militar de Rio Negrinho, o Tenente Leonardo Felipe Ardigó da Silva deixou a corporação no início do mês após ser transferido para assumir o comando do Quartel da cidade de Taió. O Tenente João Ricardo Prochmann assume o posto rio-negrinhense. A reportagem do Nossas Notícias Ardigó falou sobre as conquistas e desafios durante o período em que esteve a frente do quartel rio-negrinhense. “Se a população de Rio Negrinho conta hoje com um serviço de qualidade por parte dos bombeiros, foi a comunidade que contribuiu nesse processo”, destaca. Desafios Ardigó acredita que o principal desafio durante sua passagem por Rio Negrinho foi poder estar pela primeira vez a frente do comando de um quartel, experiência profissional que exige bastante responsabilidade e que fez com que pudesse aprender de tudo um pouco. “Ter conhecimento de tudo aquilo que envolve a gestão de um quartel de bombeiros, de pessoas, de equipamentos, viaturas, estrutura, material de consumo, relações-públicas e etc. é algo cuja experiência só é possível no dia a dia”, frisou o comandante. “E enquanto vai se adquirindo experiência, o serviço não pode parar. Tem que manter todo o serviço em plenas condições para o atendimento, afinal vidas dependem do nosso serviço. Esse desafio que me deu uma grande experiência profissional que será muito útil durante a minha carreira”, citou ainda. Ele ainda ressalta que o objetivo foi sempre melhorar o serviço a cada dia, com novas aquisições e melhorando aquilo que a corporação já possuía. “Às vezes o resultado não aparece imediatamente. É um trabalho de médio e longo prazo. Muitas coisas só vemos que ficaram melhores, no momento em que saímos”, frisa. Melhorias na disponibilidade de equipamentos Entre as conquistas alcançadas durante sua gestão, a melhoria na disponibilidade de equipamentos é um dos fatores apontados pelo Tenente. “Tanto na questão dos EPIs, hoje os bombeiros de Rio Negrinho estão muito mais bem equipados e protegidos para o atendimento de ocorrências, como também na questão de ferramentas de resgate e combate a incêndio, o que resulta em um aumento da qualidade do nosso serviço”, cita. “Renovamos parte da frota de viaturas, adquirindo uma nova ambulância e uma viatura para vistorias. Fizemos melhorias na nossa estrutura, com uma nova sala de aula para atender melhor a comunidade nos nossos cursos, também com novos banheiros e copa”, exemplifica Ardigó. O Tenente também destaca que durante esse período a corporação implementou o ressarcimento de bombeiros comunitários, o que deu um incentivo a mais para esses voluntários estarem ainda mais auxiliando no atendimento de ocorrências. “Foram quatro anos de muitas alegrias e conquistas e por esse motivo, gostaria de agradecer a aqueles que em especial, cada qual em sua área, contribuíram com essas conquistas”, diz ainda o socorrista. “Se hoje o CBM de Rio Negrinho é um dos melhores quartéis do Estado, com uma privilegiada estrutura e, principalmente, com uma tropa de bombeiros militares e comunitários motivada e capacitada, muito se deve a todos os envolvidos que foram solícitos às nossas demandas e parceiros para atender os anseios desta corporação”, diz. Segundo ele, esse apoio foi fundamental para resolver questões que o Corpo de Bombeiros sozinho teria muita dificuldade em resolver. “O reflexo de todos esses esforços se dá no atendimento de cada dia, daqueles que clamam por socorro, muitas vezes, no pior momento de suas vidas”, acredita. Promoções

             ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram