Nossas Noticias

Retorno do Prêmio Klaus Schumacher é uma das metas do Núcleo de Jovens Empreendedores da Acirne, destaca a coordenadora Fernanda Eloíse

[caption id="attachment_43644" align="alignnone" width="300"] Imagem ilustrativa de edição anterior[/caption] RIO NEGRINHO. O Núcleo de Jovens Empreendedores da Associação Empresarial de Rio Negrinho (Acirne), criado no ano de 2016, passou a contar com Fernanda Eloíse Antunes na sua coordenação desde janeiro deste ano. Nucleada desde a fundação do grupo, que atualmente conta com 13 integrantes, ela falou sobre as propostas da entidade a reportagem do Nossas Notícias essa semana. Ela explica que os trabalhos para o ano de 2021 foram desenvolvidos em conjunto com todo o núcleo ainda no final do ano anterior. “Definimos temas e não ações devido ao nosso ano instável de pandemia, então ao decorrer do ano entramos no tema e vemos o que é possível realizar”, diz a coordenadora. A respeito destes temas ela lembrou que o núcleo iniciou o ano com uma palestra para os nucleados a respeito da rotatividade de pessoas nas empresas. “Mas também temos em mente alguns temas que queremos trabalhar futuramente como por exemplo a economia digital, gestão do tempo, estratégias de mercado entre outros”, cita. Prêmio Klaus Schumacher Um evento porém que já está cravado na pauta do núcleo é o retorno do prêmio Klaus Schumacher. A premiação, encabeçada pelo núcleo, foi realizada pela última vez em 2018 e, por ser bianual, deveria ter acontecido em 2020. “Como não foi possível no ano passado, queremos realizar em 2021”, diz Fernanda. O prêmio foi criado em 2009 em homenagem ao empresário e fundador da empresa Ceramarte, falecido em julho de 2011 aos 85 anos. A premiação propõe o reconhecimento a empresas cujas atuações foram referência em empenho, dedicação, visão, empreendedorismo, inovação, aprimoramento e preocupação com a qualidade de vida tanto de seus colaboradores como do município como um todo. Outras ações Dentro dos temas propostos, Fernanda não descarta a realização de consultorias do núcleo com o objetivo de orientar empresas como forma de propor a melhoria da gestão. “Não definimos nenhuma ação propriamente dita desta maneira. Mas quem sabe ainda faremos algo dentro dos nossos temas”, frisa. Ela ressalta ainda que o núcleo são as pessoas que fazem parte dele, e consequentemente, os donos e representantes de algumas empresas acabam tendo um crescimento pessoal e profissional participando das atividades. Dentre essas atividades devem ocorrer durante o ano as visitas técnicas, mas que em virtude da pandemia também não possuem nenhuma definição com relação a datas. Convite Fernanda destaca que o Núcleo de Jovens Empreendedores não tem uma faixa etária limite para participação, desde que os membros tenham acima dos 18 anos e convida os interessados a participarem e somarem nas ações do grupo. “Qualquer pessoa que se identifica com o núcleo, desde que seja associado da Acirne, pode participar”, lembra. As reuniões dos nucleados acontecem de forma quinzenal sempre as terças-feiras e o trabalho é totalmente voluntário. Promoções

]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram