Nossas Noticias

SENAI e ACATE buscam parceiros para formar desenvolvedores de software

Empresas catarinenses de tecnologia terão a oportunidade de ajudar na formação de novos desenvolvedores de software, profissionais entre os mais buscados e em falta no setor. O SENAI e a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) estão lançando novas turmas do projeto DEVinHouse. O programa se dedica a formar desenvolvedores em nove meses. Nesta quinta-feira (4), às 18h, as entidades realizam o evento de lançamento para as empresas interessadas, que  terão  a oportunidade de patrocinar as turmas e contratar os profissionais ao final do ciclo. As inscrições para acompanhar o evento podem ser feitas aqui. Empresas de todos os portes associadas à ACATE poderão se inscrever ou formar grupos de duas ou três companhias para patrocinar uma turma e ofertar, ao final, no mínimo cinco vagas de emprego. Serão cinco novas turmas – 40 vagas em cada uma delas – com início em abril, junho e agosto. O conteúdo será desenvolvido a partir do perfil demandado  pelas empresas apoiadoras, e os alunos inscritos poderão usufruir de bolsas de estudo que subsidiam até 100% do valor do curso. Ao final, alguns serão  contratados pelas empresas. “O programa é uma excelente oportunidade para as empresas de tecnologia colaborarem com a formação dos profissionais que elas mais precisam,  sabendo que eles terão uma excelente formação. Estudos já apontam que teremos um déficit de 100 mil profissionais no setor nos próximos quatro anos se não ampliarmos iniciativas como essa”, disse o presidente da ACATE, Iomani Engelmann. O diretor de educação e tecnologia da FIESC, Fabrizio Machado Pereira, explica que uma formação de qualidade é de extrema importância para ingressar na carreira. “O SENAI é um dos maiores formadores de desenvolvedores no campo da TI no Brasil e a maior escola profissionalizante da América Latina. Começar a carreira no mundo do desenvolvimento de software, um mercado que não para de crescer, é promissor. Além das bolsas de estudo, o projeto oferece a possibilidade de iniciar na empresa assim que se formar, frisa. Na primeira turma em andamento, que teve início em novembro de 2020 e foi patrocinada pela empresa Softplan,  foram mais de 800 pessoas interessadas –  460 fizeram a prova e 40 alunos foram selecionados. As formações desses candidatos são variadas e vão desde recém graduados até profissionais de outras áreas buscando mudar de carreira. Moacir Marafon, sócio fundador da Softplan e vice-presidente de Talentos da ACATE, destaca que ver pessoas iniciando o curso quase sem conhecimento em tecnologia e, em pouco tempo, já estarem desenvolvendo algo, prova que o modelo funciona. “Isso graças ao método que aproxima a empresa e o aluno, contribuindo na formação técnica e sua aplicabilidade em problemas reais, o que o aluno só encontraria quando do ingresso no mercado de trabalho. Para a Softplan está sendo uma experiência incrível poder co-criar com instituições respeitadas como o SENAI e ACATE. Também é uma forma de contribuir com a sociedade patrocinando uma parte do projeto”, disse.
Promoções
]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram