Nossas Noticias

"Percebemos que as empresas estão aceitando cada vez mais a importância dos técnicos de segurança e a consequente segurança dos funcionários. O acidente não avisa, ele simplesmente acontece", destaca Marcelo Fragoso, do Núcleo de Segurança do Trabalho, da Acirne

  RIO NEGRINHO. Com mandato a frente da coordenação do Núcleo de Saúde e Segurança do Trabalho da Associação Empresarial Rio Negrinho (Acirne) na gestão 2019-2020, Marcelo Fragoso, que passou o bastão para Marilene Mielke no início desse ano falou ao Nossas Notícias sobre os trabalhos desenvolvidos durante sua gestão e avanços do núcleo no período. Membro do Núcleo desde sua criação em agosto de 2013, Marcelo foi nucleado, entre os anos de 2011 e 2012, inicialmente do Núcleo de Recursos Humanos da Acirne, onde outros técnicos de segurança do trabalho também atuavam. Dentro da sua gestão, Marcelo acredita que um dos trabalhos que pode ser destacado foi a busca por novos técnicos para integrar o Núcleo. “No começo o número era bastante restrito, mas conseguimos aumentar a participação de profissionais da área”, cita. Ele também enfatiza a importância do trabalho realizado em parceria com brigadas de incêndio visando palestras voltadas a segurança do trabalho. “As visitas técnicas também foram intensificadas nestes últimos anos e conseguimos ampliar o leque para empresas de fora de Rio Negrinho como a Embraco, de Itaiópolis”, exemplifica. Ainda no primeiro ano de sua gestão, Fragoso destaca a parceira firmada com empresas de segurança durante a realização da Semana dos Núcleos, relação essa impedida de continuar no ano passado já por conta da pandemia. Crescimento profissional Marcelo aponta que a nova gestão dará continuidade aos trabalhos já desenvolvidos pelos nucleados visando o crescimento do núcleo, assim como a valorização dos profissionais da área. “O núcleo trabalha em prol da saúde e segurança dos funcionários seja qual for o setor da empresa. O núcleo é uma família, é um grupo unido, um grupo forte para trocar informações e ideias”, enfatiza. “Foram dois anos de muito trabalho, muito conhecimento. Aprendi bastante com outros coordenadores, outros núcleos, para meu crescimento profissional. Agradeço a oportunidade que a empresa Cahdam me deu (ele é colaborador da empresa ), também a Acirne e o apoio da minha família, minha esposa e meus filhos”, finaliza. Avanços na profissão Marcelo destaca que a mentalidade das empresas vem mudando nos últimos anos quando se fala em segurança do trabalho. Se antes a implantação de sistemas de segurança era vista como sinônimo de custos, hoje o foco é muito maior na segurança dos colaboradores, graças ao reconhecimento que a profissão de técnico em segurança do trabalho vem alcançando de uns anos para cá. Ele lembra que quando se formou técnico em segurança, em 2004, não imaginava como seria a profissão nos dias atuais. “Hoje muitas pessoas procuraram essa qualificação. O profissional não é mais visto como alguém que caminha com uma prancheta dentro de uma fabrica entregando EPIs”, diz. Fragoso comenta ainda que muitos tem vontade de fazer o curso devido as novas oportunidades surgidas com a profissão. “Cresceu tanto que as empresas procuram às vezes por mais de dois ou três meses para encontrar um bom profissional”, frisa. A concorrência, segundo Marcelo, é muito grande e algumas empresas até fazem propostas para os profissionais que estão empregados na concorrência. Além disso, a profissão não está restrita as indústrias, aponta. Empresas que prestam serviços de forma terceirizada, bem como as da área de assessoria, também buscam por profissionais qualificados. Segurança para os funcionários “Percebemos que nas empresas que fazem parte do núcleo, seus diretores estão aceitando cada vez mais a importância dos técnicos de segurança e a consequente segurança dos funcionários. O acidente não avisa, ele simplesmente acontece”, lembra Fragoso. “Por isso as medidas de prevenção estão aumentando cada vez mais”, emenda. Outro fator apontado por ele diz respeito a fiscalização que vem ocorrendo nas empresas, de forma cada vez mais rígida. Promoções [caption id="" align="alignnone" width="300"] Rua Henrique Schwarz, 73, no centro de Rio Negrinho[/caption]  

 ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram