Nossas Noticias

"A gente saiu da varanda e logo caiu uma árvore de 20 metros bem em cima de onde estávamos", conta morador de Rio Negrinho

RIO NEGRINHO. “A gente saiu dali e logo caiu uma árvore em cima da nossa casa”, contou Andrei Stoeberl, morador de uma casa que fica em uma chácara na Rua Amandus Olsen, no bairro Campo Lençol (confira o relato completo dele no final da matéria). Sobre a varanda da residência caiu uma árvore de eucalipto por volta das 16h13 de hoje. Por sorte, Stoeberl e sua mãe, que estavam tomando chimarrão no local,haviam acabado de sair do espaço, conforme ele contou à reportagem do Nossas Notícias. De acordo com as informações dos bombeiros, que foram chamados para atender a ocorrência, a árvore tinha 20 metros de altura e quebrou na altura aproximada de 10 metros. Os socorristas destacaram que não havia vento forte na hora do ocorrido e as condições climáticas eram normais. Segundo eles, a  árvore destruiu aproximadamente metade da casa, que é de madeira e tem 70 m². Foram afetadas a varanda, dois quartos e derrubado o telhado, que era construído em telhas de fibrocimento. Como não houve vítimas, os bombeiros cortaram a árvore com a motosserra e auxiliaram na retirada dos galhos e troncos. Eles disseram que conversaram com o chacreiro da casa, um senhor de 60 anos (pai de Andrei) e o orientaram sobre os procedimentos para angariar apoio da Defesa Civil para reconstruir a casa. Conforme as informações dos bombeiros, no local existe um reflorestamento de eucaliptos que rodeia toda a casa, havendo ainda riscos de novas quedas, por se tratarem de árvores altas e de pouca resistência às intempéries. Confira o relato completo que Andrei fez à nossa reportagem: “Eu e minha mãe estávamos tomando chimarrão na varanda. Como trabalho no ponto de táxi a noite, disse para minha mãe que ia dormir. Daí ela disse que ia levar a Branca, uma cadelinha de estimação dela, para passear lá fora. Nisso eu fui no banheiro e a mãe foi lá fora. Quando eu saí a mãe disse que tinha um peixe esquisito por cima da água no tanque que tem na chácara. Ela me chamou para ver, fui lá olhar e não achei nada. Então, resolvi pegar em casa um pouco de ração de cachorro e joguei no tanque para ver se vinha algum peixe. A gente ficou quietinho, esperando o peixe e de repente ouvimos um estalo. Olhamos e vimos a árvore caindo bem certinho na varanda onde a gente estava e onde eu ia dormir se a mãe não tivesse me chamado para ver o peixe. Foi um livramento para mim! Dentro de casa mesmo não houve nenhum prejuízo. Graças a Deus estamos bem! Quando teve o ciclone em Rio Negrinho em junho deste ano, só perto da casa caíram 48 eucaliptos. Teve três que caíram bem certinho do lado do meu quarto. Agora, sem vento, do nada caiu a árvore. De repente era uma árvore “cansada” já, que o vento vinha atingindo aos pouquinhos, sem a gente notar”.   Promoções ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram