Nossas Noticias

Em live hoje, Secretária de Saúde de Rio Negrinho chora e pede que população respeite as regras de prevenção ao COVID: "estou implorando"

RIO NEGRINHO. O prefeito Júlio Ronconi e a Secretária de Saúde Fátima Afonso realizaram uma live na página do Facebook e perfil do Instagram da Prefeitura no final da tarde de hoje. Eles pediram que a população redobre os cuidados na prevenção do COVID-19; conformaram o primeiro óbito da doença na cidade e destacaram que medidas mais duras de enfrentamento à doença deverão ser tomadas. Fátima falou que a partir da próxima semana o atendimento nos postos de saúde devem passar por algumas modificações, devendo somente os atendimentos de pré natal continuarem a acontecer da mesma forma. “Peço que quem não precise fazer o pré natal, ligue no posto de saúde do seu bairro para confirmar se o procedimento que tinha agendado está confirmado”. Ela também pediu que as população não entre em pânico e não procurem o Centro de Triagem por curiosidade. “A gente não estava preparado para o aumento de atendimentos para essa semana, mas sim, para a próxima. Esses números aumentaram muito de repente. Só ontem (29), foram 80 atendimentos no Centro de Triagem, mas estamos trabalhando para que tudo seja da melhor forma possível”. Fátima relatou que dentre os vários processos que a equipe da Saúde segue, há problemas no contato com pessoas que estão em monitoramento. “Há muitas pessoas  com o telefone desligado. Também peço que se você, que está em monitoramento, não receber uma ligação da Saúde até às 17h, procure a equipe do posto de saúde do seu bairro, que está treinada para lhe orientar da melhor forma”. A Secretária também agradeceu as pessoas estão sendo solidárias com a equipe de saúde e comentou que os profissionais da área estão fragilizados, tanto na questão física quanto na questão emocional. “Temos resoluções diárias que mudam muitas vezes. Por isso digo: nos ouçam e coloquem em prática o isolamento, o cuidado ao ir aos supermercados… Estamos recebendo ligações dos donos de supermercados que relatam ter dificuldades em lidar com os clientes, pois há ainda pessoas levando filhos a esses estabelecimentos, muitas vezes também indo mais de uma pessoa por família. Por favor, evitem essas situações”. A Secretária enfatizou que não há mais os leitos de UTI necessários. “Não gostaríamos de ter problemas com relação a isso. Por isso, não peço mas sim, imploro a todos que cuidem! Hoje quatro novos casos foram positivados e tivemos o nosso primeiro óbito”, falou, em lágrimas.  O prefeito comentou que há muitas pessoas que não estão respeitando as regras e colocando em risco todo o sistema de saúde. “Daqui a pouco não teremos mais médicos para atender nos postos e no Centro de Triagem. E  mesmo que o governo mande dinheiro, mesmo que tenhamos dinheiro em caixa, vai haver dificuldade de contratar médicos, pois há carência desses profissionais nesse momento”. Ronconi destacou que acredita que o governo do estado deve lançar novas e mais severas determinações para a região, que passou a ser classificada como de alto risco (com sinal vermelho), devido ao aumento no número de casos em todos os municípios. “Acreditamos que deve haver alguma determinação mais dura e que vamos respeitar. Se precisar fechar, vamos fechar. Não tem mais o que fazer! Ainda existem pessoas que insistem em não obedecer as regras, pessoas que insistem em ficar nos estabelecimentos sem máscaras”. Fátima contou que há muitos profissionais da área da saúde que estão positivados. “Estamos com dois fiscais doentes. A Polícia Militar, a Polícia Civil, os Bombeiros…todos estão nos ajudando, mas nossos profissionais também estão adoecendo”. Segundo ela, a previsão é que o quadro melhore em setembro. Assista a live na íntegra clicando aqui.

Anúncios
     ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram