Nossas Noticias

Tradicional Coreto da Praça de São Bento retornará às suas origens após reforma

SÃO BENTO DO SUL. Um dos locais mais conhecidos e tradicionais da cidade é sem dúvida nenhuma o coreto da Praça Getúlio Vargas. Conhecido por gerações como palco da maior tradição de nossa cidade, as Retretas de Verão, o coreto foi construído somente alguns anos depois da criação da praça. A área de 4.795,60 metros quadrados que atualmente compõe o espaço da Praça Getúlio Vargas foi adquirida oficialmente pelo município em 1º de junho de 1902, da antiga proprietária Sociedade Colonizadora Hanseática. No ano de 1904 o espaço era chamado de Jardim Público ou Kammer Garten. Posteriormente foi chamado de Jardim João Pessoa e de acordo com as pesquisas realizadas pelos historiadores Osny Vasconcellos e Alexandre Pfeiffer, por volta de 1937 o local recebeu o nome que permaneceu pela história: “Praça Getúlio Vargas”. Mas foram para as comemorações do cinquentenário de São Bento do Sul, no ano de 1923, que o coreto foi construído. Sessenta anos depois, em 1983, uma grande reforma foi realizada no coreto, e sua forma original foi alterada com a substituição do assoalho, pilares e forro em madeira por estrutura de concreto e laje. O madeiramento decorativo também foi substituído e os arcos em madeira foram retirados. Pedras também foram aplicadas nas paredes externas do coreto, cobrindo os elementos vazados que tinham a função de ventilar a parte inferior do piso de assoalho em madeira. Já em 1985, homenageando o maestro da Banda Treml, Affonso Treml, popular Xerife, o coreto recebeu seu nome, aliás, nome deste que foi o idealizador das tradicionais Retretas de Verão de São Bento do Sul. Passados quase quarenta anos, com a total revitalização da Praça Getúlio Vargas, que encontra-se na fase final, o quase centenário coreto da praça também passará por uma revitalização que praticamente o devolverá à forma original, entregue no ano de 1923. Após um  grande trabalho realizado pela equipe da Secretaria Municipal de Planejamento, que contou com minuciosa pesquisa e desenhos do desenhista Fábio Schölgl, levantamentos da estagiária Julie Rudnick, e projetos da arquiteta e urbanista Kelly Thiemann juntamente com o arquiteto Ricardo Callado, o tradicional “coreto da praça” praticamente retornará às suas origens. De acordo com Kelly e Ricardo, “a reforma do coreto está sendo realizada para deixá-lo quase em sua totalidade na forma original como foi construído”.
Continua depois do anúncio
Inicialmente, as pedras que revestiam as paredes externas do coreto foram retiradas e um novo reboco foi aplicado. O único detalhe das paredes que não retornará serão os elementos vazados originais. Todo o madeiramento, guarda-corpo (cercado), revestimento dos pilares de concreto e  testeiras do telhado (lambrequim) foram retirados e serão substituídos por novas peças de madeira itaúba, todas trabalhadas em marcenaria para ficar com as mesmas formas do coreto original e com pintura em verniz incolor para ressaltar a própria madeira. O destaque do madeiramento nesta revitalização será o retorno dos arcos, um charme a parte da estrutura original do coreto. Como a estrutura em concreto será mantida, uma diferença em relação ao coreto original será a altura da estrutura, que originalmente, quando os pilares eram em madeira maciça, possuía aproximadamente 1 metro a mais de altura. Todo o telhado está sendo substituído e retornará à sua forma original com a utilização de telhas germânicas, e a cúpula será revitalizada e voltará a ter seu brilho. E no que refere-se a parte elétrica, tanto a iluminação funcional quanto a decorativa serão completamente novas, com nova rede instalada inclusive. O secretário de Planejamento e Urbanismo Luiz Claudio Gayer Schuves destacou o trabalho da equipe de Planejamento na revitalização da praça e do coreto: “O trabalho realizado pela equipe foi realmente excelente. Desde as primeiras reuniões com a participação da sociedade em 2017 tudo foi muito bem organizado e conduzido, e agora estamos prestes a entregar esta belíssima obra para a nossa cidade”, disse. A previsão de conclusão da reforma do coreto, que está sendo realizada pela equipe da Secretaria de Obras, é de aproximadamente 4 semanas, dependendo das condições climáticas, prazo que deve ser para a entrega da nova Praça Getúlio Vargas.
Anúncios
]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram