Nossas Noticias

Transporte coletivo: confira os detalhes de como o serviço vai funcionar em São Bento do Sul

SÃO BENTO DO SUL. Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (04), o Comitê de Crise COVID-19 decidiu sobre a volta do transporte público municipal em São Bento do Sul para a próxima segunda-feira, dia 8. O plano de gerenciamento foi apresentado por Flávio Lima, diretor da Coletivos Rainha, empresa concessionária do transporte coletivo de São Bento do Sul. De acordo com o plano apresentado, o transporte terá capacidade máxima de 60% de passageiros, por veículo. “Construímos o plano baseado nos principais modelos do estado, e assim poder trabalhar com nosso operacional funcionando corretamente”, explicou Flávio. Para o prefeito Magno Bollmann, é de extrema importância que todos os requisitos sejam cumpridos não só pela empresa, mas também por cada cidadão são-bentense. “A conscientização é essencial, deve-se utilizar o transporte coletivo somente se for necessário, e também tomar todos os cuidados previstos, principalmente com o uso da máscara e álcool gel”, destacou. Plano de gerenciamento apresentado pela Coletivos Rainha: Alinhamento de processos com as propostas sanitárias:

  • Utilização máxima de 60% da capacidade total dos veículos (sentados e em pé);
  • Só será permitido o ingresso de passageiros com máscara;
  •  Utilização de dinheiro apenas nos guichês dos terminais;
  •  Direcionamento de horário de uso das gratuidades (idosos, PNE) para horários de menor demanda e indicação de uso do transporte ser feita apenas em caso de extrema necessidade.
  •  Oferta de estrutura parcial de veículos para atendimento às linhas focadas em público que precisa continuar se deslocando (Ex.: funcionários de indústria, comércio e serviços)
  •  Capacidade ociosa visa atender demandas em picos e profissionais que venham a adoencer no período.
  •  Monitoração das lotações dos veículos e avaliação da utilização da capacidade remanescente de carros com vistas a desafogar horários de pico.
Continua depois do anúncio
O documento também estabelece os procedimentos sanitários para as equipes envolvidas quanto a prevenção da disseminação da COVID-19, abrangendo ações a serem aplicadas e uso de material de proteção individual, nos temas:
  • Higienização da frota operante ao longo do serviço;
  • Higienização da frota operante após o serviço;
  • Boas práticas operacionais para as equipes de terminais, embarcadas e passageiros;
  • Procedimentos em caso de colaboradores com sintomas gripais suspeitos da COVID-19;
  • Controle de ocupação dos ônibus;
  • Bilheterias de venda de passagens e terminais de integração da rede.
Práticas operacionais para as equipes de terminais, embarcadas e passageiros:
  •  Os motoristas e agentes de passagem estarão equipados com: Máscara de tecido lavável substituídas a cada 4 horas; Face Shield; Isolamento da cabine e material para limpeza do local de trabalho; Frasco de álcool gel de uso pessoal;
  • Os veículos estarão equipados com: Álcool gel nas entradas; Avisos de capacidade máxima; Avisos de boas práticas de prevenção dentro do ônibus; Manutenção sempre que possível de janelas e escotilhas abertas; Etiqueta respiratória e Distanciamento
Procedimentos em caso de colaboradores com sintomas gripais suspeitos da COVID-19
  •  Colaboradores terão suas temperaturas testadas diariamente antes da jornada;
  • Em caso de sintomas suspeitos os profissionais serão encaminhados para avaliação na unidade de saúde, ficando sujeitos às determinações dos profissionais e autoridade de saúde.
Controle de ocupação dos ônibus
  • Será ofertada 60% da capacidade máxima de cada veículo
  • Capacidade Máxima = capacidade passageiros sentados + passageiros em pé (equivale à mesma da quantidade passageiros sentados) Ex.: Veículo com 40 assentos poderia levar até 80 passageiros e levará no máximo 56.
  • Os cartazes indicativos informarão o número de pessoas sentadas e em pé para cada veículo facilitando aos usuários também fiscalizarem a ocupação.
  • O motorista só dará prosseguimento à viagem ou fará paradas em pontos quando respeitadas estas condições.
Bilheterias de venda de passagens e terminais de integração
  •  Os agentes de passagem ficarão isolados por cabines e/ou estruturas de proteção;
  • Serão disponibilizados dispensers na entrada dos terminais;
  • Serão disponibilizados cartazes informativos e marcações no piso indicando distanciamento de 1,5m;
  • Higienização diária dos sanitários
O horário de funcionamento de cada linha estará disponível no site da empresa (www.coletivosrainha.com.br). O decreto municipal referente a volta do transporte coletivo será publicado nesta sexta-feira, dia 5, no diário oficial, e entrará em vigor no próximo dia 8.
Anúncios
]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram