Nossas Noticias

Rio-negrinhense vende TV para pagar "garantia" de falso empréstimo oferecido pela internet

RIO NEGRINHO. Um seguidor do Nossas Notícias entrou em contato com a nossa reportagem para relatar uma situação infelizmente enfrentada por muitas pessoas da cidade e de todo o país. Ele caiu em um golpe de falso empréstimo oferecido por um falso banco via internet. Desesperado, ele contou que tem um trabalho mas se viu apurado com as contas para pagar. Casado, pai de dois filhos pequenos e com a esposa grávida, ele relatou que foi até um banco tradicional em busca de um empréstimo. Porém, como está com o nome negativado, não conseguiu fazer a transação e por isso colocou um anúncio no Facebook, buscando instituições que emprestassem dinheiro para negativados. “Daí veio uma resposta com um link desse tal de banco. Entrei, começamos a conversar via Whatsapp, me fizeram várias propostas de valores. Eu aceitei a proposta de R$ 5 mil para eu pagar em 48 parcelas de R$ 144,00. Então a atendente disse que eu precisava de um avalista ou fazer tipo um seguro para dar uma garantia. Esse valor era de R$ 300,00”.

Continua depois do anúncio
    Ele disse então que pediu o dinheiro emprestado para a irmã e fez o depósito na conta indicada pela atendente. “Então ela me informou que em  24 horas estaria liberado o dinheiro para mim. Mas no outro dia, às 9 horas da  manhã ela mandou mensagem dizendo que o dinheiro não estava liberado porque o banco estava fazendo outra exigência e que precisava de mais R$ 600,00. No final, acabou garantindo que se eu conseguisse mais R$ 300,00 ela conseguia liberar os R$ 5 mil na minha conta e me devolver os 300 reais. Claro que concordei e como não tinha de onde tirar mais dinheiro, vendi a TV da minha casa, comprada para meus filhos assistirem”, contou. Segundo ele, o valor da TV foi de R$ 998,00. “Vendi a preço de banana mas pensei que com os R$ 5 mil que seriam liberados, dava para colocar minhas contas em dia e comprar outra TV”. Conforme relatou, o valor foi novamente depositado e o comprovante enviado.
Continua depois do anúncio
“Ela disse que o carnê viria pelo Correio e que em alguns minutos estaria liberando o dinheiro. Só que o dinheiro não foi depositado, chamei ela no whatsapp diversas vezes e ela me bloqueou. Fiquei sem chão, entrei em desespero, fiquei sem chão”, desabafou. Para se ter uma ideia, uma das mensagens enviadas pelo “banco” ao rio-negrinhense, é que o ele enviasse junto com sua documentação, a documentação de um fiador, incluindo uma cópia da escritura de um imóvel que este tivesse.
Continua depois do anúncio
A reportagem do Nossas Notícias conversou sobre o caso com o advogado Eduardo Ramos, coordenador do Procon de Rio Negrinho. Ele disse que infelizmente esse é um golpe bem antigo, em que muitas pessoas da cidade já caíram. O advogado aproveitou para fazer um alerta: “Nenhum banco, financeira ou agência de crédito  pede adiantamento para liberar empréstimo. Isso não existe! E nessas situações, em que a pessoa caiu no golpe,  não tem muito o que fazer pelo Procon porque esse mais do que um golpe, é um crime. O que orientamos as vítimas a fazer é que registrem um Boletim de Ocorrência na Delegacia. Porém, é quase impossível conseguir um ressarcimento do valor já pago”. Ele finalizou destacando que o Procon está constantemente orientando a população para evitar ao máximo fazer empréstimo contratado pela internet porque a chance de ser um golpe é muito alta. “Sempre que for pedido qualquer tipo de depósito antecipado, ainda mais em nome de pessoa física, pode ter certeza que é golpe”.
Anúncios
 
]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram