Nossas Noticias

As belezas do caminho: Ismael do Prado registra em fotos seu trabalho como operador de motoniveladora e surpreendentes paisagens do interior de Rio Negrinho

RIO NEGRINHO. Todo trabalho é uma benção por si só. Mas trabalhar em meio a paisagens ricamente apresentadas pela natureza é receber bençãos por duas vezes. E compartilhar essa experiência é permitir que todas as outras pessoas possam sentir o verdadeiro sentido da grande benção que é a vida, independente das limitações e desafios que cada um enfrenta. Tudo isso resume um trabalho incrível realizado por Ismael do Prado, operador de motoniveladora da Prefeitura de Rio Negrinho. Servidor público concursado há 30 anos, ele acumula grande experiência em pavimentação asfáltica e outras obras públicas, o que o credenciou a ser  Diretor de Obras e posteriormente Secretário de Infraestrutura do município em anos anteriores. Ele contou à reportagem do Nossas Notícias que nesses trinta anos de atividades como servidor público já registrou detalhes do seu trabalho em milhares de fotos. Porém, há cerca de três anos ele começou a trabalhar mais intensamente no interior da cidade, atuando na Sub Prefeitura de Volta Grande. Mais do que uma oportunidade de trabalho, a alteração fez com que ele vivesse outras experiências surpreendentes. Afinal,foi entre uma e outra obra que as ricas paisagens do interior fizeram com que Ismael decidisse aumentar seus registros, fotografando lindos cenários até então pouco conhecidos da cidade. “Não tinha como deixar de lado o que os olhos viam. São paisagens de tirar o fôlego, que me animam ainda mais para realizar um bom trabalho!” Questionado sobre qual lugar mais gostou de fotografar, ele disse que é difícil escolher. “Em meio a tanta beleza, fica difícil de escolher apenas um local. Mas sem dúvida as paisagens onde fotografo a represa e os tanques , no amanhecer e por do sol são as que me emocionam. As igrejas também tem suas histórias e me chamam muito a atenção”. Ismael destacou ainda que a experiência tem ainda ido além das paisagens. “Tenho conhecido muitos moradores do interior. Tenho conversado e estreitado laços de amizade com pessoas de várias comunidades e diversas localidades como Serro Azul, Campo Grande, Queimados, Bituva Grande , Corredeiras e várias outras”. Ele finalizou destacando que se sente privilegiado pela oportunidade que o trabalho no interior da cidade lhe trouxe. “Ver a curiosidade das crianças , o sorriso delas e os olhinhos brilhando em ver a máquina passando, as plantações, os reflorestamentos , os colonos com suas produções, aquele queijo colonial, cucas saborosas … me sinto privilegiado em poder viver isso após todos esses anos de trabalho”. E foi assim que o rio-negrinhense, após tantos anos trabalhando em obras diversas no perímetro urbano de Rio Negrinho, no interior descobriu novas nuances da cidade. Confira alguns flashes! 

Continua depois do anúncio
   
Continua depois do anúncio
 
Continua depois do anúncio
 
Continua depois do anúncio
Continua depois do anúncio
Continua depois do anúncio
Continua depois do anúncio
Continua depois do anúncio
]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram