Nossas Noticias

Coronavírus: tire suas dúvidas sobre uso de álcool gel, luvas e máscaras. Coordenadora do curso de Biomedicina da Unisociesc de São Bento do Sul responde perguntas de nossos seguidores!

  REGIÃO. Não tem como negar e muito pouco  fugir: o coronavírus continua sendo um dos principais assuntos dos meios de comunicação, das conversas via whatsapp e outros meios digitais. Fomos pegos de surpresa e surpresos continuamos. Afinal, em quarentena, recolhidos em casa, como nos proteger e proteger nossos filhos? São muitas as dúvidas. Ainda. Desde que a questão do coronavírus”estourou” em Santa Catarina, temos recebido muitas perguntas de nossos seguidores, relacionadas à várias situações. Dentre elas, questões sobre o uso de álcool gel, máscara, luvas e outras.

Continua depois do anúncio
Por isso hoje publicamos uma entrevista com a doutora Gabriela Kozuchovski Ferreira, coordenadora do curso de Biomedicina da Unisociesc em São Bento do Sul. Ela tem graduação em Farmácia pela Universidade do Extremo Sul Catarinense; doutorado em Ciências da Saúde pela Universidade do Extremo Sul Catarinense; pós-doutorado em Engenharia e Ciências dos Materiais pela Universidade do Extremo Sul Catarinense e pós-doutorado em Farmacologia pela Universidade Federal do Paraná (2016). Atualmente é pesquisadora convidada do Instituto Ânima; professora presencial e online da Sociedade Educacional de Santa Catarina (Sociesc) e Grupo Anima. Tem experiência na área de Bioquímica, Farmacologia e Biomateriais. Confira!  Nossas Notícias – Costureiras podem produzir máscaras em malha, TNT e outros tecidos, tendo em vista que em alguns locais há eventualmente falta do produto? Dra.Gabriela – As máscaras podem ser feitas por costureiras, sim. Podem ser de qualquer tecido menos TNT, pelo fato de o tecido não proteger o suficiente. Nota da redação: após a publicação desta matéria fomos informados que a fabricação das máscaras artesanais está proibida, conforme notas técnicas do governo do estado de Santa Catarina (acesse no final do texto), publicadas no domingo (22).  Nossas Notícias – Quem deve usar máscaras de proteção? Dra. Gabriela – Pessoas que apresentam sintomas respiratórios como tosse, espirros ou dificuldade em respirar, mesmo quando procuram atendimento médico, devem usá-las para proteger as pessoas ao seu redor. Também devem usar pessoas (incluindo familiares) que prestam atendimento a pessoas com sintomas respiratórios bem como profissionais de saúde, quando entram em uma sala com pacientes ou quando tratam um indivíduo com sintomas respiratórios e de acordo com o tipo de atendimento que será prestado.
Continua depois do anúncio
Nossas Notícias – De quanto em quanto tempo devem ser trocadas as máscaras?  Dra. Gabriela – Deve-se trocar sempre que espirrar e/ou tossir. Nossas Notícias – É verdade que dá para produzir álcool em gel em casa? Dra. Gabriela – A receita caseira para reproduzir álcool em gel não funciona e ainda pode ser perigosa. O vírus é desconhecido e o uso inadequado do álcool pode deixar de ser uma arma de proteção contra ele e causar efeito contrário, como a potencialização de infecções, alergias e erupções cutâneas. O álcool em gel deve ser manipulado em um espaço isento da contaminação de qualquer micro-organismo e nenhuma receita caseira deve ser reproduzida. Nossas Notícias – Tem como saber se o álcool em gel é verdadeiro ou falso? Dra. Gabriela – O álcool comprado em mercados e farmácias raramente será falso. Você deve verificar se ele é 70% e evitar de comprar de pessoas que vendem na rua, sem um lugar específico para venda Nossas Notícias – O que pode substituir o álcool gel no combate ao coronavírus: álcool líquido 70, 90…; água com sabão? Se sim, qual sabão? Dra.Gabriela – Os produtos que você PODE utilizar para substituir o álcool em gel são: álcool líquido 70%;  lenço umedecido antisséptico; álcool swab e sprays antissépticos com gluconato de clorexidina. Já os produtos que você NÃO PODE utilizar para substituir o álcool em gel são: cloro, água sanitária, álcool para churrasqueira, vinagre e álcool com maior concentração. Sendo assim, a principal dica para se proteger é lavar várias vezes as mãos com água e sabão, sendo este tão eficaz quando o álcool em gel. Nossas Notícias – Sabonete antibactericida ajuda? Dra.Gabriela – Ajuda sim. Assim como qualquer outro sabão, sabonete e até mesmo shampoo.
Continua depois do anúncio
Nossas Notícias – Pode usar álcool de acender churrasqueira para lavar as mãos, higienizar cozinha, banheiro e outros? Dra.Gabriela – Para higienização de ambientes pode, porém para as mãos não deve ser utilizado pois é um produto muito agressivo para a pele humana. Nossas Notícias – Como se deve usar o álcool gel? Lavar a mão com ele sempre que tocar em alguma coisa? Dra. Gabriela – O álcool em gel faz a mesma ação que lavar as mãos com água e sabão, sendo assim o álcool em gel deve ser utilizado quando a pessoa está em um local que não há a possibilidade de lavar as mãos. Tanto o álcool como lavar as mãos deve ser em uma frequência intensa. Porém como a grande maioria das pessoas está em casa, ao invés de usar o álcool em gel, faça a lavagem das mãos até mesmo devido a indisponibilidade de álcool. Nossas Notícias – Precisei sair na rua. Como proceder quando eu voltar para casa? Tem que tirar os sapatos mesmo? Dra. Gabriela – O ideal é você, além de lavar as mãos imediatamente, também retirar os calçados. Tente sempre utilizar o mesmo calçado quando tiver que ir na rua e preferencialmente troque de roupa, pois tanto na roupa como nos calçados pode haver contaminação viral. Nossas Notícias – Quanto a luvas, as ideais são somente as de látex?  Dra. Gabriela – Somente devem  utilizar luvas as pessoas que apresentam sintomas suspeitas do vírus, as que estejam de fato contaminado e os agentes da saúde. Caso contrário, você pode contrair o vírus devido ao tempo de exposição a ele quando se está de luva. No entanto, a orientação é que a luva seja de látex. Nossas Notícias – E de quanto em quanto tempo as luvas devem ser trocadas?  Dra. Gabriela – Devem ser trocadas sempre que for feito algum procedimentos que possa danificar a luva. ACESSE NA ÍNTEGRA AS NOTAS TÉCNICAS DO GOVERNO DE SANTA CATARINA QUE PROIBEM A FABRICAÇÃO DE MÁSCARAS CASEIRAS. Documento foi publicado ontem (23). 23_Nota Técnica sobre produção de máscaras 024_Nota Ténica EPIS para profissionais de saúde TEM MAIS DÚVIDAS? ENVIE A SUA PERGUNTA PARA NOSSO WHATSAPP: (47) 9.92754054  ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram