Nossas Noticias

Coronavírus – Recomendações são apresentadas em reunião e coletiva à imprensa e aulas estão suspensas em São Bento do Sul

SÃO BENTO DO SUL. Na tarde desta segunda-feira o secretário de Saúde do município Manuel Rodrigues Del Olmo, juntamente com o médico Ricardo Larroyed de Oliveira, responsável pelo setor de epidemiologia, e a diretora do Centro de Vigilância à Saúde – CVS, Marilene Strapassoni, reuniram representantes de diversos segmentos da cidade para uma reunião onde dúvidas foram esclarecidas e recomendações foram oficialmente repassadas. O prefeito Magno Bollmann também marcou presença inicialmente e na sequência seguiu para outras reuniões também para discutir o impacto do coronavírus nas demais áreas do município.

continua depois do anúncio
Um dos pontos questionados foi se as aulas na rede municipal de ensino serão suspensas, e sobre esta questão a secretária de Educação Rosemari Strack Cândido, que estava presente, disse que de momento as aulas prosseguiriam normalmente, porém, na manhã de hoje (terça-feira), a administração após reunião, chegou a definição de que as aulas estarão suspensas pelo período de 15 dias a partir da próxima quinta-feira, dia 19. Estes 15 dias serão considerados antecipação do recesso escolar do mês de julho, e após este período, uma nova avaliação será realizada para apurar se o período se encerra ou será prorrogado.
Continua depois do anúncio
O secretário de Saúde Manuel Del Olmo frisou que em São Bento do Sul ainda não há nenhum registro da doenças, por isso algumas medidas ainda não tem a obrigatoriedade de serem implantadas. As orientações disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Saúde foram:
  1. RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA QUALQUER FASE DE TRANSMISSÃO, PELA AUTORIDADE LOCAL
  • Etiqueta respiratória: reforço das orientações individuais de prevenção
  • Isolamento de sintomático: domiciliar ou hospitalar dos casos suspeitos por até 14 dias.
Continua depois do anúncio
Viajantes em retorno do exterior deverão permanecer 7 dias, até o máximo de 14 dias a partir do desembarque, em isolamento domiciliar. Pacientes que estejam em Tratamento Fora Domicílio (TFD) se tiverem sintomas respiratórios devem dirigir-se primeiramente para a Unidade de Saúde para avaliação. Para o combate ser efetivo, deve-se diminuir em 50% a circulação de pessoas por todos os meios legais possíveis.
Continua depois do anúncio
Transporte público: recomenda-se que, a lotação máxima seja o número de assentos, preferencialmente o menor, janelas todas abertas e higienização frequente. ATENDIMENTO NAS UNIDADES DE SAÚDE:
  • Triagem em serviço de saúde: Recomendar que os pacientes com a forma leve da doença NÃO procure atendimento no Pronto Atendimento do Hospital e Maternidade Sagrada Família e utilize a infraestrutura de suporte disponibilizada pela UBS/ESF que trabalhará com regime próprio.
Continua depois do anúncio
Mesmo assim, os pacientes deverão dirigir-se as Unidades de Saúde só se houver febre e sintomas respiratórios, quando será avaliado e se necessário encaminhado ao Hospital. As Unidades de Saúde a partir desta quinta-feira (19), funcionarão em regime de livre demanda, sem agendamentos, exceto as gestantes. A triagem será realizada pela enfermagem (enfermeiro ou técnico de saúde).
Continua depois do anúncio
Demanda por vacina continua normal. Centro de Especialidades Odontológicas (CEO): até esta quarta-feira tem atendimento de agendados. Confirmar a agenda por telefone desde que, sem sintomas respiratórios. Quem tem convênio, deve dar preferência para consultar com o médico do convênio. Visita domiciliar: a visita física estará suspensa, exceto os que fazem fisioterapia.
Continua depois do anúncio
CADIA: diabético não sintomático, não deverá comparecer. Telefone em caso de dúvida. Se precisar ir, chegar na hora ou no máximo 15 minutos de antecedência. Centro de Especialidades Médicas (CEM –  Cruz Vermelha): proceder como no CADIA. Centro de Vigilância à Saúde (CVS): a renovação de carteirinhas será postergada para 4 meses. Alvarás de festas, reuniões, feijoadas, etc… não serão concedidos. Pacientes HIV + e outros terão seus exames de controle transferidos para posterior.
Continua depois do anúncio
  • Equipamento de Proteção Individual: recomendações de uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) (máscaras, luvas, aventais, etc.) para doentes, contatos domiciliares e profissionais de saúde.
  • Contato próximo: realizar o monitoramento dos contatos próximos e domiciliares
  • Notificação: divulgação ampliada das definições de caso atualizadas e sensibilização da rede de saúde pública e privada para identificação.
  • Comunicação: realização Campanhas de mídia para sensibilização da população sobre etiqueta respiratório e isolamento voluntário na presença de sintomas
  • Medicamentos de uso contínuo: a prescrição com validade ampliada no período do outono-inverno para mais 6 meses, para reduzir o trânsito desnecessário nas unidades de saúde e farmácias. Medicamentos controlados, receita azul e carbonada, permanecem como estão.
Continua depois do anúncio
Pacientes não poderão auto medicar-se. Há indícios de que certas medicações podem  transformar a forma leve em grave.
  • Serviços públicos e privados: ○ Seja disponibilizado locais para lavar as mãos com frequência, ○ Dispenser com álcool em gel na concentração de 70%, ○ Toalhas de papel descartável ○ Ampliação da frequência de limpeza de piso, corrimão, maçaneta e banheiros com álcool 70% ou solução de água sanitária, para desinfecção.
Boletim Epidemiológico – COE COVID-19 – 14/03/2020 9
Continua depois do anúncio
LABORATÓRIOS PRIVADOS Recomendações:
  • Orientar sua equipe, desde recepção, coleta e áreas técnicas a manter higienizados objetos e bancadas, além do uso de proteção individual, como máscaras, luvas, jalecos e óculos, não tocar boca e olhos.
  • Orientar seus clientes via telefone, mídias sociais ou outros meios para que se apresentarem FEBRE + SINTOMAS RESPIRATÓRIOS (tosse ou Dificuldade para respirar) não compareçam pessoalmente ao seu estabelecimento, principalmente se for para agendamento de exames ou retirada de resultados (nessas situações orientem que enviem outra pessoa).
Continua depois do anúncio
  • Se no dia em que o paciente tiver coleta sanguínea ele apresentar os sintomas acima citados oriente para que ele não vá ao Laboratório, que procure seu médico do convênio ou uma Unidade Pública de Saúde para avaliação médica.
  • Principalmente idosos e pacientes crônicos devem avaliar a necessidade de comparecerem pessoalmente ao Laboratório.
  • A Colaboração de todos os estabelecimentos de saúde, independente serem públicos ou privados, vai garantir uma maior prevenção contra os casos de COVID 19 em nossa cidade. Protegendo os outros, você também se protege e a sua família.
Continua depois do anúncio
LABORATÓRIO PÚBLICO Recomendações:
  • Pacientes com sintomas respiratórios (resfriado, gripe, falta de ar, etc…) não deve comparecer ao laboratório para agendar exame (deve avisar o laboratório via telefone) podendo mandar representante ou agendar para data posterior.
  • Não se faz exames para COVID-19 se não houver sintomas.
Anúncio
 ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram