Nossas Noticias

Rio Negrinho: mulher não aceita baixar volume de som e acaba detida pela PM e incêndio no Industrial Norte preocupa moradores

RIO NEGRINHO. Na noite deste sábado (15), a Central de Operações da Polícia Militar (Copom), recebeu ligações informando sobre uma perturbação de sossego no bairro Industrial Norte, onde os solicitantes manifestaram o desejo de testemunhar os fatos. De imediato uma viatura foi até o local, onde os policiais militares colheram o depoimento das testemunhas. Elas  relataram que já haviam conversado com a vizinha, suposta autora do delito e que ela havia se recusado a parar com a perturbação.

Continua depois do anúncio
Os policiais foram até a residência de onde se originava o som e lá conversaram com a responsável pelo local. A mulher não acatou as ordens da autoridade policial, se negando a baixar o volume do som e não aceitou a lavratura do Termo Circunstanciado no local. Diante da situação de flagrante da Contravenção Penal de Perturbação do trabalho ou sossego alheio, foi apreendido o equipamento de som e conduzido juntamente com a responsável pela residência para a Delegacia de Polícia Civil de São Bento do Sul.
Continua depois do anúncio
Também no sábado (14), mas durante a tarde, a PM recebeu algumas ligações informando incêndio no bairro Industrial Norte. Viaturas Policiais e dos Bombeiros foram encaminhadas para controlar as chamas. O local de mata e o forte calor favoreceram a propagação do fogo, sendo necessária a contenção do local para segurança da população.
Continua depois do anúncio
A Polícia Militar orienta a população para que evite realizar queimadas e que não jogue “bitucas” de cigarro em meio a mata seca.  Também pede a todos que avisem as autoridades ao menor sinal de incêndio criminoso. “Não podemos tolerar que o fogo continue a afetar áreas tão próximas a nossa cidade prejudicando a vida dos moradores”, frisa a PM em nota.
Anúncios
 ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram