Nossas Noticias

Apenados estão ajudando a produzir peças do Natal Encantado de Rio Negrinho

RIO NEGRINHO. O Natal Encantado de Rio Negrinho já é uma tradição no município e uma referência no calendário turístico nacional. Iniciado em 2009, esse ano o evento será realizado em sua décima edição e além de decorações ainda mais atrativas e com novos materiais, traz ainda uma modalidade inovadora no quesito social.

Continua depois do anúncio
É que grande parte das peças decorativas que devem encantar comunidade e turistas está sendo produzida por pessoas que cometeram pequenos delitos e que na busca de seguir um novo caminho “pagam horas” junto à Justiça.

NOVAS OPORTUNIDADES ATRAVÉS DO CONSELHO DA COMUNIDADE

O movimento que possibilitou essa nova oportunidade aos apenados é uma iniciativa do Conselho da Comunidade de Rio Negrinho, formado por profissionais do poder judiciário, poder público, iniciativa privada e entidades locais. Juntos, eles lançaram neste mês a Central de Penas e Medidas Alternativas, através da qual foi firmada uma parceria com a prefeitura, que deve também abrir espaço para que os apenados realizem outros trabalhos junto ao poder público municipal.

PROJETO QUE ESTÁ DANDO CERTO

Continua depois do anúncio 
De acordo com Márcia Tomelin Paslauski coordenadora dos trabalhos da decoração do Natal Encantado deste ano, 29 pessoas cumpriram esse regime de serviço em carga horária diferenciada. Ela destacou que a equipe se surpreendeu com os resultados positivos da parceria. “Teve três pessoas que concluíram suas horas e me pediram para voltar como voluntárias. Isso é sinal que o projeto está dando certo. A gente tem colocado eles em todas as áreas do trabalho , dentro das regras e possibilidades de cada um. Não tivemos nenhum problema até agora e o que podemos dizer é que o ambiente em que estamos trabalhando está fazendo bem para todos”.

NOVAS OPORTUNIDADES MAS COM ACOMPANHAMENTO SEVERO

Continua depois do anúncio 
Através da Central de Penas os beneficiários tem individualmente um severo acompanhamento do poder judiciário, de uma psicóloga e ainda há fiscalização do Ministério Público nos trabalhos do Conselho da Comunidade. Para o juiz Rubens Ribeiro da Silva Neto,um dos idealizadores do projeto, a Central significa esperança em seu mais amplo significado. Junto com os demais conselheiros, ele tem acompanhado vários apenados há cerca de dois anos. A expectativa do grupo é que após cumprir sua dívida com a Justiça, os apenados encontrem na sociedade oportunidades para construir uma nova vida, sem reincidir em delitos passados.

NOVAS PARCERIAS E APROXIMAÇÃO COM A COMUNIDADE

Continua depois do anúncio 
Os integrantes do Conselho da Comunidade de Rio Negrinho adiantaram que vão intensificar seus trabalhos de divulgação da Central de Penas Alternativas nos próximos meses, através de palestras e atividades de conscientização além do lançamento de um site e redes sociais próprios, onde a comunidade poderá acompanhar os trabalhos realizados. Eles enfatizaram que com essas iniciativas pretendem firmar outras parcerias com entidades e organizações de Rio Negrinho e também aproximar-se da comunidade, reforçando a importância desse trabalho social.

SEMEANDO NOVAS EXPECTATIVAS DE VIDA

Continua depois do anúncio 
Participam do projeto pessoas condenadas de forma primária à pena privativa de liberdade igual ou inferior a 4 anos, modalidade em que estão inseridos crimes cometidos sem violência ou grave ameaça à pessoa. Para o promotor Diogo Luiz Deschamps as expectativas com a Central são bastante positivas. “Rio Negrinho não é uma cidade violenta. Os crimes registrados no município são geralmente de penas baixas, onde os apenados geralmente passam a ser monitorados via tornozeleira eletrônica ou pelas próprias penas alternativas. Com a Central teremos maior controle sobre como essas pessoas estão cumprindo seus deveres com a Justiça e acima de tudo poderemos proporcionar novas expectativas de vida aos que desejarem”, finalizou.
Anúncios
 ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram