Nossas Noticias

"Não me sinto cadeirante enquanto faço as minhas obras", desabafa Marya Fernanda

RIO NEGRINHO. Evidenciar que se superar SEMPRE é possível, em TODAS as situações. Essa é a emocionante lição que a adolescente Marya Fernanda deixa a todos que conferirem a exposição Marya in Love, que está aberta à visitação do público desde o dia 1° deste mês. Ela tem 15 anos e estuda no 9° ano da Escola Aurora Siqueira Jablonski. E foi lá que por iniciativa e orientação da professora de Artes Leonice de Fátima Guckert, que surgiu a ideia da exposição dos trabalhos da menina.

Continua depois do anúncio
A professora Leonice contou à reportagem do Nossas Notícias que o significado do título da exposição é “Marya Apaixonada” e foi detalhadamente escolhido para ressaltar a paixão pela vida e por vencer seus desafios. “Esse projeto conta a história linda de superação de limites da Marya Fernanda, que nasceu com uma doença chamada mielomeningocele, que é uma má formação na coluna vertebral. Devido a essa limitação, Marya teve uma vida limitada”, disse.
Continua depois do anúncio
Porém, mesmo com os vários tratamentos de saúde aos quais precisa se submeter desde muito nova e com a necessidade de usar a cadeira de rodas permanentemente, a jovem encontra  na arte uma maneira de soltar sua imaginação e todos os percalços da vida. Usando papelão e outros materiais, a menina retrata em quadros elementos abstratos que por terem significados bastante amplos também fazem refletir e enternecem jovens e adultos.
Continua depois do anúncio 
A professora destacou que as obras de “Marya in love” a impressionaram desde o primeiro momento. “Além de os quadros estarem atrelados à arte abstrata, que é o conteúdo que eu já queria trabalhar em sala, eu também queria desenvolver a empatia com os nossos alunos; pois através de uma releitura das obras da Marya Fernanda é possível  desenvolver a criatividade, a imaginação e principalmente a inspiração para enfrentar os desafios da vida”. Leoni frisou que as intenções em tornar público os trabalhos da aluna também foram fazer com que os alunos da sala e o público em geral pensassem sobre o valor que se deve dar às pequenas coisas da vida e olhar para o próximo com mais empatia. “A história da Marya Fernanda e de suas obras levam justamente a tudo isso. E o trabalho em sala fez também que os alunos refletissem sobre o valor que se deve dar para a família, sobre ter mais coragem e vencer limites”.
Continua depois do anúncio 
Para Michele, mãe da adolescente, a experiência de ver os trabalhos da menina expostos no Café, que é uma referência cultural na cidade e região, foi, naturalmente, um grande orgulho. “Para mim é  um orgulho ser mãe da Marya Fernanda e saber que ela motiva pessoas e as inspira a seguir em frente,  a lutar pelos seus sonhos. É gratificante! É viver a certeza de que o amor transforma a vida e pode ser transmitido de várias formas: arte,música,  exemplo, educação…O amor quebra barreiras  e esse amor tbm nos dá força pra nunca desistir ,mesmo num caminho difícil”.

Por fim, o que diz a própria Marya Fernanda sobre isso? 

“Nas minha obras me sinto livre! Eu viajo na minha imaginação. Lá não sou cadeirante,  lá sou o que quero ser, vou  onde quero ir.  Amo fazer arte e deixo um recado à todos: sempre olhe uma arte com os olhos do coração,ele te passará a mensagem certa”. O QUÊ: Exposição Marya in Love ONDE: Café Boutique Cedro Rosa (Rua Jorge Zipperer, 343 / Centro HORÁRIO DE ATENDIMENTO: das 08h30 às 20h30    ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram