Nossas Noticias

Por engano, Polícia Militar cita professor de luta como envolvido em briga por cobrança de dívida

RIO NEGRINHO. A informação de que um instrutor de lutas da cidade havia agredido um cobrador que lhe abordou em seu ambiente de trabalho teve ampla repercussão na comunidade ontem. Porém o detalhe foi repassado erroneamente pela Polícia Militar à imprensa, juntamente com as demais informações que estavam corretas. O engano foi descoberto porque no caso do Nossas Notícias, o professor de lutas citado na matéria, entrou em contato com a reportagem informando que apenas apartou uma briga entre um profissional que prestava serviço em seu estabelecimento e o cobrador citado na matéria. Ele disse que ficou surpreso com a informação de que ele havia “brigado” por conta de uma cobrança e foi orientado pela reportagem à procurar a Polícia Militar para esclarecer o fato; atitude que a reportagem do Nossas também tomou, procurando a PM para relatar a situação. Minutos depois a Polícia Militar confirmou a versão do professor de lutas e retificou as informações repassadas , ficando a ocorrência como descrita abaixo. Briga motivada por dívida acaba em lesão corporal e dano Na manhã de segunda – feira (01), a Central de Operações da Polícia Militar recebeu uma ligação informando que uma briga estaria ocorrendo e solicitando a presença policial. De imediato a Polícia Militar se fez presente. No local dos fatos, colhendo o depoimento das partes e das testemunhas foi verificado que a dívida era proveniente de um acidente de trânsito e que uma das partes envolvidas realizava serviço em uma academia de lutas, este vindo a agredir a outra parte que ora cobrava a dívida. O masculino relatou em boletim de ocorrências que partiu para cima do cobrador da dívida, pois este o ameaçou e perturbou seu trabalho. Além das lesões, o capacete e a motocicleta da parte cobradora da dívida foram danificados. Ao findar o atendimento policial, a ambos foi agendada audiência para o fórum de Rio Negrinho para audiência e responsabilização dos dois homens pelos atos pelos atos praticados. Polícia Militar de Santa Catarina: “Presentes e Protegendo” Texto: Soldado Tiago Martins Foto: Sd Pauli/Soldado Melo]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram