Nossas Noticias

Professor de São Bento do Sul é selecionado para pesquisa internacional em Física

Anúncios

SÃO BENTO DO SUL. O professor e mestre Rudnei Machado, que leciona Física no Ensino Médio do Colégio Global,  foi o único selecionado para participar do projeto de Desenvolvimento de Simulação Ótica de Detectores de Cintilação, organizado pelo Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP), de Lisboa, em Portugal.

Continua depois do anúncio

Machado recentemente foi selecionado para participar de experimentos no maior acelerador de partículas do mundo, o Large Hadron Collider (LHC), localizado na fronteira da França e da Suíça.

Neste novo projeto, Rudnei foi selecionado por meio de processo, com uma única vaga existente.

“Após o meu retorno do LHC, terminei meu mestrado, na UTFPR com o tema de pesquisa envolvendo mecânica quântica e o ensino de matrizes. Depois, fui fazer pesquisa na área de física médica, na Imaginologia, focando no uso de cristais cintiladores do experimento The Compact Muon Solenoid – CMS do Large Hadron Collider – LHC na obtenção de imagens para diagnóstico e tratamento do câncer da mama, explica o professor.

Continua depois do anúncio

Ele explicou que o “projeto consiste no uso da ferramenta de simulação LRCsim para estudar a resposta ótica de detectores de cintilação, com vista ao planeamento de uma futura experiência de física de partículas para o Future Circular Collider, um projeto de acelerador com 100 km de circunferência que poderá vir a ser o sucessor do LHC”.

Com este projeto, pretende-se estudar várias configurações, procurando estimar parâmetros como a uniformidade de resposta e a atenuação do sinal luminoso pela ótica de leitura do detector.

Continua depois do anúncio

O projeto será desenvolvido sobre a orientação dos professores doutores Fernando Barão, Ricardo Gonçalo, e contará com aulas sobre física de partículas, funcionamento de aceleradores de partículas, aquisição de sinais em cristais de cintilação e, também contará com a parte prática, visando o desenvolvimento futuro desse projeto.

“O impacto das pesquisas e tecnologias realizadas no CERN e no LIP são enormes, já que muitas das tecnologias que usamos são decorrentes destas instituições, como exemplo podemos citar a rede mundial de computadores (www), que surgiu no CERN, o White Rabbit Protocol, o uso dos cristais do acelerador em PET-CT e muitos outros”, frisa Rudnei.

No Acelerador de Partículas

Continua depois do anúncio
No ano de 2017, Rudnei Machado foi selecionado para participar do curso CERN/The Portuguese Language Teacher Programme (Escola de Física CERN), realizado numa parceria entre a Organização Europeia para Pesquisa Nuclear (CERN), Sociedade Brasileira de Física e o Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP), onde se encontra o maior laboratório de Física do mundo e, onde está também, o maior acelerador de partículas do mundo, o LHC – Large Hadron Collider.

“Lá tive a oportunidade de estudar sobre a física de partículas, visitar todas as instalações do CERN/LHC e acompanhar todo o processo do grande colisor de hádrons. Após todas as aulas e atividades lá, realizei uma prova elaborada pelo LIP – Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, em Lisboa (Portugal), obtendo nota 9,9 numa escala até 10”, ressaltou.

Vakinha

Continua depois do anúncio

Para participar do projeto — que envolve a estadia por 30 dias em Lisboa, em Portugal, Rudnei terá um custo de cerca de R$ 16 mil. Para auxiliar neste valor, ele criou um grupo de financiamento no site Vakinha.

“Os estudos iniciais ocorrem em julho em Lisboa. Por isso peço o auxílio e qualquer valor é bem vindo”, solicita ele. Quem quiser colaborar pode acessar o link http://vaka.me/617389

]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram