Nossas Noticias

Parceiros de "professor traficante" de São Bento do Sul respondem processo em liberdade até o momento, conforme delegado

Anúncios SÃO BENTO DO SUL. A Justiça  divulgou nesta semana as sentenças dos envolvidos em um esquema de tráfico de drogas descoberto no ano passado após investigações da Polícia Civil através da equipe da DIC (Divisão de Investigação Criminal).

Continua depois do anúncio
Após a análise dos processos, Jocian Alves Vieira, que lecionava na Rede Estadual de Ensino até o resultado das investigações foi sentenciado a 13 anos e quatro meses de reclusão pelos delitos de tráfico e associação para o tráfico de drogas, com pena aumentada pelo envolvimento de adolescente nos crimes. No caso, o próprio filho de Jocian.
Continua depois do anúncio
A investigação da DIC de São Bento do Sul resultou também no indiciamento de quatro pessoas, dentre eles também a filha e o genro do professor, além de outro homem. Somadas, as penas ultrapassam 40 anos de prisão, restando ainda um processo a ser julgado, decorrente de um auto de prisão em flagrante lavrado pela DIC em cumprimento de busca e apreensão.
Continua depois do anúncio
Conforme o delegado Gustavo Muniz, apesar das penas determinadas pela Justiça aos demais envolvidos, eles respondem em liberdade por enquanto. Segundo ele, os outros envolvidos podem ser presos quando o processo transitar em julgado, se não tiver recurso ou ainda se recorrerem no Tribunal de Justiça.
Continua depois do anúncio
Muniz salientou ainda que é importante destacar que com o professor, que estava preso preventivamente desde o início de setembro de 2018, nenhuma grama de entorpecente foi encontrada, mas os diversos elementos de prova angariados durante a investigação propiciaram a obtenção das condenações pelo Ministério Público.
Anúncios
          : Quando transitar em julgado se não tiver recurso. Ou no tribunal se recorrerem O ex-professor do ensino público estadual de São Bento do Sul, Jocian Alves Vieira, foi sentenciado nesta semana a 13 anos e quatro meses de reclusão pelos delitos de tráfico e associação para o tráfico de drogas, com pena aumentada pelo envolvimento de adolescente nos crimes. No caso, o próprio filho de Jocian. A investigação da DIC – Divisão de Investigação Criminal de São Bento do Sul – resultou no indiciamento de quatro pessoas, dentre eles, a filha e o genro do professor, além de outro homem. Somadas, as penas ultrapassam 40 anos de prisão, restando ainda um processo a ser julgado, decorrente de um auto de prisão em flagrante lavrado pela DIC em cumprimento de busca e apreensão. Importante destacar que com o professor, que estava preso preventivamente desde o início de setembro de 2018, nenhuma grama de entorpecente foi encontrada, mas os diversos elementos de prova angariados durante a investigação propiciaram a obtenção das condenações pelo Ministério Público.  ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram