Nossas Noticias

Dois morrem e um se afoga em rios do Planalto Norte neste final de semana

ANÚNCIOS REGIÃO. O fim de semana no Planalto Norte foi de muito sol e calor típicos do verão. Condições ideais para passear com a família e com os amigos, principalmente para aproveitar e tomar um banho nos rios e/ou de cachoeiras que enriquecem os municípios da região. Mas nesses casos vale lembrar o ditado do “todo cuidado é pouco” uma vez que é necessário muita prudência para aproveitar essas riquezas naturais. Prova disso é que infelizmente, somente neste domingo (03), o saldo foi de dois mortos e um afogado em rios do Planalto Norte. Irmãos morrem em Irineópolis A primeira ocorrência aconteceu em Irineópolis e vitimou os irmãos Ruan e Ramon de Maia Krull, de 18 e 23 anos respectivamente. Eles morreram após um acidente no rio Iguaçu, onde em um jet ski acabaram batendo nos cabos de uma balsa. De acordo com os dados da ocorrência que foi atendida pelo SAMU, Polícia Civil e IGP, pessoas que também aproveitavam o domingo no rio ainda chegaram a tirar os jovens da água, mas eles acabaram morrendo pouco depois, feridos com os cabos no rosto e com traumatismo craniano. Os rapazes eram de Bituruna e passavam o fim de semana em Irineópolis. Afogamento em grau 3 em Campo Alegre A outra ocorrência foi também na tarde de domingo, na localidade de Salto do Engenho,em Campo Alegre. Um homem sofreu um afogamento em grau 3. Ele também foi retirado das águas por populares e conduzido consciente mas ainda desorientado até o Hospital de Campo Alegre. Orientações dos bombeiros

ANÚNCIO
  • Fique atento. Todo o ambiente aquático requer cuidados para se evitar afogamentos;
  •  Não superestime sua capacidade de nadar. Avalie as consequências de um possível incidente;
  •  Em água doce ou salgada, prefira banhar-se em locais rasos e sem correnteza;
  • Se notar que está sendo arrastado por uma dessas correntes, mantenha-se calmo e tente acenar ou gritar por socorro enquanto nada transversalmente (para o lado, em vez de para o raso);
  • Não tente salvar pessoas vítimas de afogamento sem estar habilitado. Neste caso, lance algum objeto que a ajude a vítima a flutuar e acione guarda-vidas ou a emergência pelo telefone 193;
  • Crianças exigem cuidado redobrado. Não as perca de vista;
  •  Sempre que possível, opte pelo uso do colete salva-vidas ao invés de objetos flutuantes;
  •  Nunca nade após ingerir bebidas alcoólicas, alimentos ou se estiver passando mal ou com frio;
  • Evite aproximar-se de costões. Ao caminhar sobre as pedras destes ambientes, observe antes se uma onda não poderá atingi-lo e jogá-lo no mar;
  •  Antes de mergulhar, certifique-se da profundidade. Um acidente pode provocar sequelas irreversíveis
EM LOCAL MONITORADO
  •  Para maior segurança, banhe-se num raio de 200m do posto de guarda-vidas;
  • Atente para a sinalização de praia. Observe a bandeira fixada no posto dos guarda vidas:
Vermelha: risco elevado de afogamentos • Amarela: risco médio de afogamentos • Verde: risco baixo de afogamentos;
  •      As bandeiras vermelhas na FAIXA DE AREIA indicam as correntes de retorno. Evite estes pontos;
  •  Sempre acate as orientações dos guarda-vidas
NO AMBIENTE DOMÉSTICO No Brasil, estima-se que ao menos 7 mil pessoas são vítimas deste tipo de acidente a cada ano. Parte destes óbitos ocorre em ambiente residencial e envolve crianças pequenas. Veja algumas recomendações para diminuir o risco deste tipo de ocorrência:
  •  Mantenha portas de áreas de serviço e banheiros fechadas;
  •  Guarde recipientes como baldes e bacias de cabeça para baixo;
  •  Instale redes de proteção no entorno de piscinas;
  •  Evite o uso de boias ou flutuadores, prefira um colete salva-vidas;
  • Não mantenha brinquedos próximos a piscina. Isto atrai crianças;
  • Jamais deixe uma criança sozinha na piscina;
  • Após utilizar a piscina, impeça o acesso ao espaço
]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram