Nossas Noticias

"O que precisa são leis mais rigorosas para se combater o crime e o cidadão de bem ter mais segurança", avalia presidente do Conseg

ANÚNCIOSCOMPRE CLICANDO NA FOTO👇 COMPRE CLICANDO NA FOTO 👇 RIO NEGRINHO. Está marcada para o dia 26 de março a eleição da nova diretoria do Conseg, o Conselho Comunitário de Segurança de Rio Negrinho. O atual presidente, Carlos Alberto Martins, durante o lançamento do edital de convocação para o pleito, comentou que já está organizando todo o material dos trabalhos que realizou com a diretoria para repassar ao novo (a) presidente. E em entrevista ao Nossas Notícias ele falou sobre os trabalhos que o grupo desempenhou ao longo de dois anos. “Foi um período de muito aprendizado para todos nós, que nos preocupamos em como melhorar ainda mais a segurança no nosso município e optamos por contribuir e nos dedicar a esta causa, voluntariamente”. Martins relatou que sai satisfeito em função da união do grupo, que reúne representantes da comunidade e também da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. “Para nós, uma grande conquista foi a Ronda Escolar, um trabalho que tem ajudado muito a combater a violência, o tráfico e o uso de drogas no ambiente escolar. Sem contar que é também uma ferramenta de prevenção fundamental para crianças, jovens e a comunidade como um todo”. Sem voz, segundo ele No período em que ocupou a presidência, conforme Carlos, também houve algumas propostas que acabaram não sendo realizadas, o que ele lamentou. “Gostaria muito de ter feito uma Conferência de Segurança, o que acabou não acontecendo, infelizmente”, desabafou. No período, o que segundo ele, foi a fase mais desanimadora foi quando houve audiências públicas e discussão sobre a lei municipal que regulamentou o horário de funcionamento de bares, lanchonetes e restaurantes em 2017. “O Conseg não foi ouvido. Como presidente, não consegui falar sequer na audiência pública. Não queríamos de forma alguma impedir o turismo, nem evitar o crescimento econômico da cidade. Mas a verdade é que tem tipos de ‘bar’ que não atraem turistas e éramos contra o horário que estava sendo proposto, que incluía este perfil de estabelecimentos”. Para Martins, os bares a que se refere são locais cujo ambiente, segundo ele, apenas estimulam a violência, o uso de drogas, o excesso de ingestão de bebidas alcoólicas e outros. “É para esse tipo de local que não deve haver benefício de horário, pelo contrário”, argumentou. Para a próxima diretoria do Conselho de Segurança, Carlos disse que deseja sucesso e frisou a importância de uma maior participação da população nas reuniões e eventos do Conselho. “É muito importante a comunidade estar junto, questionar e sugerir formas de termos uma segurança ainda mais efetiva em Rio Negrinho”. Para ele, a principal mudança que deve ocorrer, visando proporcionar mais segurança aos cidadãos está nas mãos dos deputados federais e senadores. “O que precisa é a população pressionar nossos representantes para que as leis sejam mais efetivas com relação ao combate ao crime. Hoje nossas polícias trabalham muito e muito bem,mas infelizmente, existem brechas na lei que causam a sensação de impunidade. O malandro,o bandido, sabe que pode fazer alguma coisa errada e que não será tão fácil ser punido. E essa sensação de punição precisa ter, não para o cidadão de bem, porque este não vai incomodar ninguém. Mas sim para quem está na criminalidade. Sem contar que se as leis forem mais rigorosas, aquele que pensa em seguir o mau caminho, vai pensar duas vezes antes de fazer alguma coisa errada”, finalizou.

ANÚNCIO
ESTÁ CHEGANDO!! E VAI TER BRINDES TAMBÉM! GRANDE INAUGURAÇÃO CAYLEE’S BOUTIQUE MULTIMARCAS dia 7 de março ao lado do Cartório! Equipe preparando muitas muitas novidades e também BRINDES especiais, como esse chaveiro super estiloso da COLCCI que será entregue para os primeiros 20 novos clientes!! SAIBA MAIS SOBRE A LOJA CLICANDO NA FOTO 👇        ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram