Nossas Noticias

Denis é o primeiro Uber exclusivo de Rio Negrinho

RIO NEGRINHO. Denis  José dos Santos tem 35 anos e até duas semanas atrás era dono de uma lanchonete. Hoje, continua dono de lanchonete mas traz também a marca de ser o primeiro Uber que mora em  Rio Negrinho e atende fixamente na cidade. “E com tudo legalizado”, conforme faz questão de ressaltar.  O início do trabalho como Uber, conforme ele, tem sido um sucesso acima do esperado. “Graças a Deus o povo tem me recebido com bastante prestígio. Tenho atendido várias corridas por dia. Os clientes tem feito indicações e o trabalho vem crescendo”, contou.

ANÚNCIO
Apesar do bom fluxo de atendimentos, Denis é bem “pé no chão” e lembrou que não dá para viver somente como motorista de Uber. “O Uber foi criado para ser uma opção de um extra para os motoristas, não para ser uma renda única. Para quem consegue atender todos os requisitos da empresa é uma boa opção, sem dúvida”. Apesar de ter começado a fazer corridas via Uber há poucos dias, Denis precisou de um bom tempo para se tornar um Uber. Segundo ele, a empresa é bastante criteriosa com os aspirantes a motorista. “Não é fácil ser um Uber. Ao contrário do que muitos podem pensar não é ‘qualquer um’ que vai trabalhar como Uber. O Uber faz um dossiê de quem se candidata a motorista do aplicativo, tem todo um processo de avaliação, não pode ter antecedentes criminais e ainda atender uma série de outros requisitos. Também passamos por treinamentos para seguir as regras de bom atendimento aos usuários”, explicou.
ANÚNCIO
Passada esta fase é só trabalhar. E trabalhar com segurança, o que para Denis é um dos diferenciais mais positivos do aplicativo. “O Uber é muito seguro e prático, tanto para o motorista quanto para o usuário. Há segurança para ambos, pois o uso do aplicativo requer pagamento via cartão de crédito ou débito. O Uber não trabalha com dinheiro, evitando riscos e tirando o foco de pessoas que possam estar de más intenções com o motorista”, salientou. Para Denis, que já tinha um carro dentro dos padrões exigidos pelo Uber, não foi difícil começar. “É mais a questão de carro, tem que ser preto ou prata, ter seguro… mas eu já cumpria estes requisitos. E a partir do momento que você se torna um Uber,o próprio aplicativo já inclui um seguro além do seguro próprio que o motorista precisa ter. Então são mais alguns diferenciais que contam pontos”. Além das questões de segurança e estrutura, o valor das corridas é outro dos diferenciais do Uber que chama a atenção de usuários em todo o mundo. “O bom do Uber é que o usuário, antes de chamar o motorista, pode fazer uma simulação e saber o valor da corrida. Uma corrida da Cohab ao centro, aqui em Rio Negrinho, por exemplo, fica em média R$ 6,50 , dependendo do trajeto”, exemplificou. E todos os diferenciais do Uber juntos, conforme Denis, só vem a contribuir para a melhoria na mobilidade urbana de qualquer cidade do mundo, incluindo Rio Negrinho, agora que ele iniciou os trabalhos no município. “Decidi ser Uber para trazer mais uma opção de mobilidade para a cidade. Um diferencial que até então não tinha em Rio Negrinho. Até para tornar a mobilidade mais acessível financeiramente, sem contar a praticidade, que é a palavra chave do Uber. O Uber te leva de onde você estiver para onde você quiser a qualquer horário e por um preço bem acessível. Rio Negrinho precisava dessa opção também”. Denis, além de ser um empreendedor nato (alguém duvida? Hehehe) é também uma espécie de “visionário”. Apesar do bom retorno que vem tendo como Uber, não cogita ficar com todo o trabalho unicamente para si. Ele quer servir de exemplo e inspirar outras pessoas que também possam se tornar Ubers. “Sou o pioneiro por aqui, legalizado e tudo mais. Mas entendo que quanto  mais Ubers tiver em Rio Negrinho, melhor será a mobilidade. Até porque não vou ‘vencer’ fazer todas as corridas sozinho, considerou.  Novidades
ANÚNCIO
No pouco mais de uma hora que a reportagem do Nossas Notícias conversou com Denis foi possível perceber que ele é daquelas pessoas que está sempre pensando em agregar, em fazer algo diferente e inovar. E essa impressão se comprovou por completo quando ele contou sobre algumas novidades e planos para o seu trabalho como Uber. “Essa semana veio para mim o kit Uber, formado por carregador de bateria de celular com dois adaptadores, balas e bolsa térmica com água gelada e álcool em gel. É opcional para cada motorista,mas fiz questão de pedir. Semana queue vem quero colocar um wi-fi para os clientes poderem usar internet no carro durante as corridas. A gente tem que fazer um diferencial, buscar um atrativo para o cliente”. Sonhando mais alto
ANÚNCIO
Denis explicou que existem várias categorias de Uber. Uma delas é a Executivo, que ele também pretende ser futuramente. “O Uber Executivo transporta os usuários em um carro de alto padrão, que pelos requisitos do aplicativo deve ser de cor preto. Neste caso o motorista atende com calça social preta e camisa branca. Ainda vou ser um”. A corrida mais diferente nestes 15 dias de trabalho E neste meio mês nas atividades como Uber, Denis já se deparou com uma corrida positivamente inusitada. “Um usuário de São Paulo que estava na Pousada João de Barro me chamou porque queria passear na cidade e ir a alguns lugares como barbeiro, fazer compras em lojas, conhecer pontos turísticos…Ele me pediu um lugar top para comprar tênis bom, de marca, para fazer a barba e eu levei. Levei também em vários pontos turísticos da cidade. Ele veio a trabalho e acabou ganhando dois dias de folga, então usou um para circular por Rio Negrinho. Ele me contou que foi pesquisar se tinha Uber na cidade e me encontrou, daí chamou. Hoje nós somos amigos pelo whatsapp”. Precisou de uma corrida? Chame o Uber!                     ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram