Nossas Noticias

ATUALIZADA. Jovem de 17 anos morreu vítima de infarto no interior de Rio Negrinho

O jovem Cleverson Vidal, de 17 anos, sofreu uma trágica morte na manhã de hoje. As primeiras informações eram a de que ele  teria tido uma parada cardio respiratória decorrente de choque elétrico. Ele foi atendido pela equipe do SAMU, que atuou com técnica de enfermagem, condutor socorrista da ambulância básica de Rio Negrinho mais o médico e enfermeiro do SAMU do Arcanjo 3 juntamente com os tripulantes do bombeiro da aeronave. O Arcanjo 3 é um helicóptero que em Blumenau (SC) fica à disposição dos Bombeiros e  do Samu. O veículo conta com uma equipe avançada de médicos, enfermeiros, bombeiros e UTI móvel. Para chegar à Rio Negrinho, a equipe do Arcanjo levou cerca de 25 minutos. Apesar de todo aparato e atendimento por socorristas qualificados, o homem não resistiu. A equipe do IGP (Instituto Geral de Perícias) esteve na cidade e conforme o delegado Gil Ribas, afastou a hipótese de Cleverson ter sido eletrocutado. Ele também informou que os técnicos do Instituto indicaram que a morte foi causada por falência cardiorrespiratória compatível com infarto. Ocorrência aconteceu no local de trabalho do jovem. Proprietários da empresa afirmam que não houve choque elétrico. Cleverson trabalhava na Serraria Ruckl, em Volta Grande. Foi neste local que Cleverson passou mal hoje pela manhã. Segundo os proprietários da empresa, a primeira pessoa que ligou para o serviço de socorro falou que foi choque elétrico, mas não teria sido esta a causa da morte. “Os bombeiros já fizeram toda vistoria e aparentemente não ha indícios de choque elétrico”, frisaram. Ainda conforme os empresários os indícios são de que o jovem teria morrido de mal subito ou infarto. Cleverson Vidal não resistiu a fatalidade    ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram