Nossas Noticias

Vereadores aguardam resultado de audiência pública para se manifestar sobre contratação de empréstimo por parte da prefeitura

Hoje a noite, a partir das 19h,  acontece na Câmara de Vereadores aAudiência Pública para discussão do projeto de lei da prefeitura pedindo autorização dos vereadores para a contratação de um empréstimo de R$ 3,8 milhões via ProdeTur. A proposta encabeçada pelo prefeito Júlio Ronconi (PSB) prevê investimentos em melhorias no setor turístico, seguindo propostas do plano de governo que ele apresentou na campanha política na qual foi eleito em 2016. Polêmica A iniciativa vem causando grande polêmica no município desde o mês de setembro, quando o projeto foi apresentado aos vereadores e incluía a construção de uma estátua gigante de Santo Antônio no Brüskão. Projeto retirado Após várias manifestações contrárias à proposta – incluindo o posicionamento do Conselho de Pastores Evangélicos de Rio Negrinho (COPERN) – o prefeito retirou o projeto e o reapresentou novamente, com algumas adequações. Projeto reapresentado A nova proposta, apesar de prever os mesmos R$1,4 milhões de reais para melhorias no Brüskão, agora prevê não um santo mas sim a pavimentação da rua de acesso ao local. Levando em consideração a proporção que a ideia tomou entre a população, a reportagem do Nossas Notícias procurou  vereadores e perguntou sobre o posicionamento que cada um pretende adotar quando o projeto for à votação em uma das próximas sessões legislativas. Maioria com o mesmo posicionamento A maioria (Liliana Schroeder Jurich, Eni Packer, Pablo Ribeiro, Luciano Alves, Billy Righetto, Ivo Antunes e Abel Hack (presidente, que só vota em caso de empate)) , respondeu da mesma forma: “vou aguardar o resultado da audiência pública desta terça-feira”. O vereador Ildefonso Pilatti (PSB), disse durante a Palavra Livre na sessão da noite de ontem que acredita que é preciso discutir o projeto. “Nada melhor que um momento como este para sabermos qual o interesse da comunidade para, na hora de votarmos, escolhermos o que é bom para o município, sem levar em consideração interesses particulares ou políticos”. Um vereador com posicionamento abertamente contrário Até o momento o único parlamentar que se manifestou aberta e contrariamente ao projeto foi Sílvio Kuss. Ele vem fazendo uma forte campanha para que o projeto seja rejeitado pelos demais vereadores. Para isso tem recorrido à imprensa e à campanhas nas redes sociais como mostra a foto de uma das mensagens que vem enviando à população através de seu WhatsApp. Projeto só será votado depois da audiência pública O projeto só irá à votação depois da audiência pública de hoje mas, comforme o vereador Abel Hack (PSB), ainda não há uma data para isso. “O projeto está sendo analisado nas comissões legislativas. Não tenho como precisar uma data porque eu dependo dos prazos das comissões para colocar em votação”, informou. Saiba mais Saiba mais sobre o projeto apresentado pela prefeitura e deixe sua opinião nos comentários nas nossas redes sociais 👉🏾 Nossas Notícias (Facebook) e @nossas_noticias (Instagram) O Projeto de Lei consiste na obtenção de autorização para adesão do Município de Rio Negrinho na contratação de operação de crédito com o BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul. A adesão propiciará o aporte de recursos ao Município no montante de R$3.846.000,00, que serão utilizados para:

  • Resgate da Identidade local do Artesanato – R$ 37.000,00,
  • Impressão de Mapas turísticos, produção de guias, sacolas, conteúdos digitais e vídeos R$ 100.000,00,
  • Sinalização Turística Urbana – R$ 150.000,00,
  • Sinalização Turística – Rural R$ 53.000,00,
  • Reforma e Modernização do Ginásio e Centro de Eventos José Bruski Junior – R$ 626.000,00,
  • Pavimentação da Rua Henrique da Silva – R$ 553.000,00,
  • Construção do Mirante Municipal – R$ 792.000,00,
  • Portal do Móveis na entrada da Cidade – R$ 835.000,00,
  • Reforma e Revitalização do Pavilhão dos Imigrantes – R$ 700.000,00.
Condições do financiamento Prazo de até 3 anos de carência (com pagamentos trimestrais somente dos juros) mais até 17 anos para amortizações. Participação do financiamento de 80% do valor total do projeto. O indexador TLP é variável conforme a inflação pode subir ou diminuir, conforme apuração mensal. Cumpre ressaltar que a liberação dos recursos pelo Governo Federal se deu através da proposta “PRODETUR” junto ao Ministério das Cidades, sendo Rio Negrinho foi uma das poucas cidades catarinenses contempladas com o referido projeto.]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram