Nossas Noticias

Morte no Assentamento Edson Soibert: bombeiros precisaram de duas horas e meia para resgatar corpo de criança

Uma tragédia em família entristeceu a população de Rio Negrinho e região no dia de hoje. Pela manhã, por volta das 10h, os bombeiros de Rio Negrinho foram acionados para atender uma ocorrência que a princípio era do capotamento de um carro que teria caído em um tanque no trecho compreendido entre Volta Grande e Moema (SC).

ANÚNCIO
A primeira informação era de que no veículo estariam uma mulher e uma criança, que teriam caído no rio. Chegando ao local da ocorrência, que era precisamente o Assentamento Edson Soibert, os bombeiros se depararam com um cenário um pouco diferente. No acidente não havia nenhum veículo envolvido e a ocorrência tratava-se na verdade do afogamento de Maria Conceição Pinto, de 40 anos, que ao ver seu filho Francisco Lanin Pinto, de apenas 2 anos de idade, se afogar em um tanque, jogou-se nas águas para tentar salvar a criança.
ANÚNCIO
Fatalmente, a mulher acabou se afogando e não sobreviveu. Conforme os dados repassados pelos bombeiros, os familiares dela a resgataram do tanque, já sem sinais vitais.
ANÚNCIO
Para resgatar o pequeno Francisco, os bombeiros levaram cerca de duas horas e meia. Maria era esposa de Antônio Garcia Fortuna, de 58 anos de idade.]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram