Nossas Noticias

"Tenho conversado com mais de dez empresas para se instalar em Rio Negrinho"

O prefeito Júlio Ronconi (PSB) participou da sessão da Câmara de Vereadores na noite de ontem (08).  Ele acompanhou a discussão dos vereadores com relação a requerimentos, projetos de lei (de sua gestão, inclusive) e indicações. Ao lado dos integrantes da Mesa Diretora e da comunidade, ele também acompanhou algumas manifestações, como a de Irineu Reichwald, que usou a Tribuna Popular para questionar a atração de empresas e o desenvolvimento do município. E foi sobre estes assuntos que o prefeito falou na sede do Legislativo. Logo depois de finalizada a sessão, ele conversou com a reportagem do Nossas Notícias. Confira! Nossas Notícias – Assim como foi falado pelo Irineu Reichwald, o prefeito, que também é popular nas redes sociais, sabe que há muitos questionamentos da população com relação a instalação de empresas como Havan, Fort Atacadista, Condor Supermercados e outras em São Bento e Mafra. A pergunta é: e Rio Negrinho? Julio Ronconi – Uma Havan, por exemplo, que se instalou em São Bento do Sul, quando escolhe um município para uma nova unidade leva em consideração vários fatores, como: número de habitantes,poder aquisitivo e outras. Digo no caso de empresas que vendem para o consumidor final, não indústrias. Nossas Notícias – Na sua fala na Palavra Livre o senhor falou que tem feito contato com algumas empresas mas que prefere não adiantar nada antes de haver uma confirmação… Julio Ronconi – Sim. Porque o povo está cansado de falsas promessas.Só vou anunciar quando estiver tudo certo. Não adianta dizer que visitamos 10, 20, 40 empresas. Mas o fato é que de todas são poucas as empresas que vem. Nossas Notícias – O senhor disse que tem conversado com empresas. E como tem sido estas negociações? Julio Ronconi – Tenho conversado com algumas redes de supermercados, por exemplo. Tem algumas interessadas em vir para cá. Tenho conversado com mais de dez empresas para vir para Rio Negrinho. Algumas tem planejamento, outras estão aguardando o resultado da eleição nacional para saber quando e de que forma investir. No geral posso dizer que tenho certeza que o saldo de empregos na cidade, que já é positivo, vai ser ainda muito maior.  Nossas Notícias – O prefeito também comentou sobre algumas negociações que estão mais adiantadas. Julio Ronconi – Nesse momento estamos negociando com uma empresa de e-commerce e duas cerealistas. Uma destas cerealistas a gente já visitou e ja recebemos os donos no meu gabinete aqui em Rio Negrinho. Já fomos ver terreno que inclusive, eles vão comprar, a prefeitura nem vai doar. A outra cerealista a mesma coisa: já visitamos e já os recebemos também.  Nossas Notícias – O senhor também comentou de uma empresa de tecnologia… Julio Ronconi – Sim. Também estamos negociando com uma empresa de tecnologia, que deve empregar entre 20 e 30 pessoas. É uma empresa que produz esteiras para carga e descarga de caminhões e galpões de estoque de mercadorias. As esteiras e a tecnologia serão produzidas aqui. O projeto desta empresa já está com o Conselho de Desenvolvimento Econômico. Nossas Notícias – E empresas da cidade, sua administração também está dando atenção? Julio Ronconi – Já ajudamos várias empresas de Rio Negrinho também. Algumas já receberam terreno e estão construindo seus galpões . Nossas Notícias – Ante os questionamentos da população com relação ao trabalho realizado pela administração, o que o senhor tem a dizer? Júlio Ronconi – Posso garantir que estamos correndo atrás de empresas, sim. O que peço é para que as pessoas, antes de reclamar nas redes sociais e na internet, procurem antes saber o que está acontecendo. Para isso podem se dirigir à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, onde vão saber tudo o que está acontecendo. Digo isso porque todo mundo está cansado das ‘fake news’ e por isso a importância de procurar as informações corretas. Nossas Notícias – Algum outro pedido para a comunidade? Júlio Ronconi – Recebo em meu gabinete muitas pessoas que levam seus currículos em busca de emprego. Percebo que muitas pessoas não têm o Ensino Fundamental ou o Ensino Médio completo.  E recomendo que independente de idade elas aproveitem a estrutura de ensino gratuito do poder público para se qualificar. Hoje a maioria das empresas não emprega mais pessoas que não tenham pelo menos o Ensino Médio. Não está fácil para quem estuda e para quem não estuda fica ainda mais difícil.    ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram