Nossas Noticias

Comunidade da Escola Ricardo Hoffmann realiza caminhada pela vida

Todos unidos pela vida! Este foi o clima da caminhada promovida ontem por alunos e professores da Escola Ricardo Hoffmann, que fica no Industrial Norte.

ANÚNCIO
A ação faz parte do “Love your Life”, projeto que recentemente foi implantado na escola por sugestão dos alunos. A iniciativa tem os objetivos de atender jovens e adultos em depressão e também fazer a prevenção ao suicídio através de reuniões, palestras, apresentações e orientações de profissionais especializados, como psicólogos e voluntários do CVV (Centro de Valorização à Vida). Participação da comunidade A caminhada teve também a participação de pessoas da comunidade,voluntários do CVV,  políticos e outras lideranças locais.   O grupo, formado por cerca de 100 pessoas, saiu às 09h do Pavilhão dos Imigrantes e pela Rua Jorge Zipperer seguiu até a Igreja Matriz.
ANÚNCIO
Para Alexandra Taborda Berti, diretora da escola, o resultado da ação foi extremamente positivo. “Esta ação foi bem importante. Ficamos bem satisfeitos porque houve a participação de várias pessoas e entidades da cidade. Percebemos que muitas pessoas que não são da comunidade da escola estão apoiando esta causa, isso é muito positivo. Principalmente porque organizamos este evento em uma semana e meia, foi tudo muito rápido”. Projeto será implantado em outras escolas
ANÚNCIO
Alexandra contou também que o “Love your Life” ainda está em desenvolvimento mas que seguirá com várias ações na Escola Ricardo Hoffmann e em outras escolas do município. “Vamos replicar este projeto em algumas escolas. Já conversamos com os diretores do Lucinda Marcos Pscheidt, Aurora Siqueira Jablonski, Frederico Lampe e Menino Jesus”. Apoio dos voluntários do CVV Ela enfatizou que o apoio dos voluntários do CVV está sendo fundamental. “São pessoas especializadas para tratar deste assunto”. Ideia que já está dando resultados A diretora finalizou destacando que com o apoio da escola e dos voluntários, a ideia dos alunos, já está dando resultados. “Muitos casos surgiram na escola depois do início do projeto. Estamos  tentando  ajudar. Esta ideia foi muito positiva”.  ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram