Nossas Noticias

Jovem é condenado a 8 anos de prisão em regime semiaberto

Jorge Luiz Ferreira,morador de Rio Negrinho, foi condenado na tarde de hoje a uma pena de oito anos de reclusão no regime semiaberto. Ele foi julgado por um júri popular que aconteceu na Câmara de Vereadores e foi conduzido pelo juiz Rubens Ribeiro da Silva Neto. Último dos autores a ser julgados O condenado é o último dos autores julgados pela morte do jovem Alex Julian Martins, ocorrido no dia 16 de fevereiro de 2017. Os outros dois envolvidos  responderam a uma ação diferenciada por serem menores de idade e também cumprem pena. Morte com requintes de crueldade chocou a comunidade

ANÚNCIO
Faça a melhor negociação e compre já o seu carro! CLIQUE NA FOTO e fale com um dos atendentes da BR MULTIMARCAS
A morte de Alex chocou a comunidade de Rio Negrinho e região pelos requintes de crueldade. Seu corpo foi encontrado no Loteamento Paulo Beckert, com os olhos para fora da face tendo sinais de que foi arrastado e torturado. Homicídio duplamente qualificado A pena de Jorge corresponde a do crime de homicídio duplamente qualificado e os jurados reconheceram  que o crime foi realizado com emprego de meio cruel e recursos que impossibilitaram a defesa da vítima. Menor participação no crime O condenado também foi reconhecido como  tendo menor participação no crime pois conforme aceito pelo júri e pela Justiça ele não liderou o grupo que matou Alex. Na grande Curitiba Ainda de acordo com os dados do processo, depois de cometer o crime Jorge fugiu para a localidade de Sabará, na grande Curitiba (PR) e conforme teria reconhecido, só se entregou à Justiça por não ter condições de sobreviver naquela cidade.        ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram