Nossas Noticias

Vereadores apresentarão moção de repúdio ao DNIT

Na manhã de hoje em Rio Negrinho aconteceu mais um acidente no trevo da rodoviária. No local, mais um tombamento de caminhão, o que serviu para aumentar a apreensão da população com relação a segurança no trecho. A ocorrência chamou mais uma vez a atenção dos vereadores da cidade, que hoje pela manhã definiram que na sessão da próxima segunda-feira (23), apresentarão em conjunto uma moção de repúdio ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte), órgao do governo federal, responsável por obras, melhorias e manutenção das dezenas de BR’s que existem em todo o Brasil. Vários vereadores destacaram que já apresentaram inúmeros pedidos de melhorias ao DNIT, mas não obtiveram retorno. “Já foram feitos vários pedidos de melhorias no trevo, mas não atendidos”, falou o vereador Luciano Alves (PSB). A vereadora Liliana Schroeder Jurich (PMDB), também se manifestou. “Faz  muito tempo que estou batendo na mesma tecla. Eles (o DNIT) precisam diminuir a rotatória que sai da ponte e presisa mudar a caída. Ela tem que ser para o lado de dentro. Ali está ao contrário”. “Pedi várias vezes , fui ao DNIT e eles responderam que são poucos os incidentes neste local e que quando puder vão fazer a reforma”, contou a vereadora Liliana. O vereador Silvio Kuss (PMDB), também reclamou da situação. “Na verdade já foi pedido de tudo para o DNIT em relação a este trevo. E nada adiantou. Eles precisam se mexer com relação a esta situação”. O presidente da Câmara, Abel Hack (PSB), destacou que vários pedidos já foram apresentados pelos colegas e por ele, que neste ano chegou a ir em Florianópolis (SC), juntamente com o chefe de Gabinete da Prefeitura de Rio Negrinho, Alessandro Machado. Na capital, ele lembrou que se reuniu com os engenheiros Flávio Eduardo Batista Moreira, Saulo Castro e Fernando Faustino, na superintendência estadual do DNIT. “Na capital,  apresentei uma Moção de Apelo, assinada por todos os vereadores, com vários pedidos, incluindo a readequação do trevo da  rodoviária e a instalação de passarelas em locais estratégicos  da BR “, Abel Hack (PSB). O documento, conforme relatou, pedia a readequação do trevo, com a diminuição da rotatória central, oportunizando mais espaço para que os veículos de carga façam o contorno. Ainda a realização de estudos para a implantação de um redutor de velocidade no trecho entre o trevo e a ponte sobre o rio Negrinho, para quem faz o sentido Mafra para Rio Negrinho. “Continuamos cobrando. Porém, ainda sem soluções”, desabafou Hack. O vereador Billy Righetto (PSD), também se manifestou. “Já fizemos vários pedidos ao DNIT e não tomaram nenhuma providência”. “Queremos que o DNIT  diminua este trevo o quanto antes. Vamos repudiar a atitude deles de não terem nos atendido como vereadores, representantes da comunidade”. Billy Righetto (PSD) Recentemente empossado como vereador titular, substituindo a vereadora Eni Packer (PDT), Anderson Castro (PDT), frisou que a moção de repúdio é tão necessária quanto uma atitude do DNIT. Para ele, é necessário que o Departamento faça no trevo da rodoviária um nivelamento na pista tirando a inclinação. “Muitas vezes nos sentimos impotentes, pois fazemos pedidos e nada é feito. É um descaso com a população de Rio Negrinho que corre risco todos os dias. É incrível perceber os órgãos competentes esperarem uma fatalidade maior ainda acontecer para que possamos ser atendidos”, Anderson Castro. Vale ressaltar também que no final do ano passado, aconteceu outro tombamento no trevo da rodoviária, situação que fez com que a prefeitura desviasse uma calçada que ficava às margens da via para o canteiro interno que fica em frente à rodoviária.    ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram